É bom jantar e fazer exercícios antes de dormir?

30 de julho de 2019
A seguir vamos tirar as suas dúvidas sobre uma questão muito debatida: a relação entre jantar, exercício noturno e um bom descanso.

Hoje vamos analisar se jantar e fazer exercícios antes de dormir é positivo para o organismo ou não. Assim como você poderá ver, essas duas atividades podem influenciar a saúde e o bem-estar da pessoa em grande medida.

É muito importante respeitar os horários e o funcionamento do organismo para não ter consequências negativas na nossa saúde. E os horários são, nesse sentido, uma das maiores dores de cabeça dos atletas.

Fazer exercício pela manhã não tem o mesmo efeito do que à tarde ou à noite. Além disso, os alimentos que foram consumidos antes ou que serão consumidos posteriormente também influenciam.

Dependendo da hora do dia e da alimentação, os resultados podem ser totalmente diferentes. Em outras palavras, um mesmo exercício pode não servir para nada ou até mesmo ser prejudicial à saúde.

Jantar e fazer exercícios antes de ir dormir?

É importante partir do princípio de que cada corpo é único. Mas, como regra, jantar antes de ir dormir será muito ruim para nós. É necessário ter em mente que leva cerca de duas horas para realizar a digestão. Durante esse tempo, o sistema digestivo está trabalhando no processamento dos alimentos e na assimilação dos nutrientes.

Se nesse período nos deitarmos e tentarmos adormecer, provavelmente não vamos conseguir. Vamos nos sentir pesados porque o estômago está trabalhando e, além disso, a posição horizontal também não ajuda para que a digestão seja eficaz.

Se você não pode jantar antes, seja por causa do trabalho ou por qualquer outro motivo, o melhor a fazer é optar por um jantar leve. Salada, peixe grelhado ou legumes assados são facilmente digeridos e você não terá que esperar duas horas.

De qualquer forma, assim como dissemos no início, cada corpo é diferente do outro e, portanto, não devemos generalizar. Todos conhecemos pessoas que podem comer grandes quantidades e depois adormecer sem problemas. Em contraste, outras são propensas a refluxo, azia e digestão lenta.

Jantar e fazer exercício antes de ir dormir

Nossa recomendação é que, ainda que você não tenha nenhum problema para jantar e dormir em seguida, você  considere que os jantares pesados não são a melhor opção.

Depois do jantar, o corpo não fará nenhum esforço, por isso ele não precisa de muitos nutrientes. Jantares pesados são, em muitos casos, a causa do excesso de peso e obesidade.

Atividade física antes de ir dormir?

Assim como o que foi dito sobre a alimentação, cada corpo pode reagir de uma maneira diferente também em relação à atividade física. De qualquer forma, devemos saber que o senso comum indica que não é aconselhável  fazer exercícios antes de ir dormir.

Embora algumas pessoas afirmem que a atividade física noturna ajuda a liberar a tensão e relaxar, isso não é comum. Quando voltamos para casa depois de correr, jogar tênis ou fazer qualquer outro tipo de exercício, sentimos o corpo cheio de energia.

Isso ocorre porque os níveis de adrenalina aumentam acentuadamente. Com a adrenalina alta, é praticamente impossível relaxar e adormecer. Portanto, devemos esperar durante pelo menos uma hora antes de nos deitar.

Por tudo isso, é melhor se exercitar em outro momento do dia e deixar as horas prévias ao sono para relaxar e descansar.

fazer exercício antes de ir dormir

Conclusão

Após analisar a relação entre atividade física e alimentação com a facilidade de adormecer ou não, a relação é clara. O mais apropriado é realizar essas duas atividades pelo menos duas horas antes de ir para a cama.

Essa é a melhor maneira de oferecer ao corpo a possibilidade de um bom descanso, de ficarmos relaxados e não termos problemas digestivos.

Então, organize bem a sua programação de modo que você já tenha jantado de forma leve e feito exercício algumas horas antes de ir para a cama. Aproveite o tempo até a hora de dormir para relaxar e tomar um banho. Você vai dormir melhor e o descanso será mais benéfico.

  • Lane, S. C., Camera, D. M., Lassiter, D. G., Areta, J. L., Bird, S. R., Yeo, W. K., … Hawley, J. A. (2015). Effects of sleeping with reduced carbohydrate availability on acute training responses. Journal of Applied Physiology119(6), 643–655. https://doi.org/10.1152/japplphysiol.00857.2014
  • Myllymäki, T., Kyröläinen, H., Savolainen, K., Hokka, L., Jakonen, R., Juuti, T., … Rusko, H. (2011). Effects of vigorous late-night exercise on sleep quality and cardiac autonomic activity. Journal of Sleep Research20(1 PART II), 146–153. https://doi.org/10.1111/j.1365-2869.2010.00874.x
  • Brand, S., Kalak, N., Gerber, M., Kirov, R., Pühse, U., & Holsboer-Trachsler, E. (2014). High self-perceived exercise exertion before bedtime is associated with greater objectively assessed sleep efficiency. Sleep Medicine15(9), 1031–1036. https://doi.org/10.1016/j.sleep.2014.05.016