Saiba tudo sobre as bactérias mais comuns na academia

· 5 de abril de 2019
As academias são lugares para praticar exercício, então vamos encontrar suor e outros fluidos corporais nas máquinas e aparelhos. Isso acontece inclusive na área dos chuveiros e por isso é aconselhável tomar muitas precauções de higiene.

Atualmente ir à academia é muito comum entre pessoas de diferentes idades, pois traz múltiplos benefícios ao nosso corpo. Não obstante, também é necessário considerar o risco que existe ao ir à academia, porque sem perceber podemos contrair algumas bactérias do ambiente.

As academias, assim como todos os outros lugares, têm serviço de limpeza para estarem sempre limpas. No entanto, isso não significa que nós não estamos correndo o risco de pegar alguma doença no ambiente.

Claro que isso não é uma desculpa para não ir à academia, mas é necessário permanecer alerta e tomar as medidas necessárias de precaução. A seguir, vamos mostrar uma lista das bactérias mais comuns na academia.

As bactérias mais comuns na academia

  1. Pé-de-atleta

Essa é uma infecção nos pés que é causada por fungos diferentes. Ela pode ser contraída ao andar de pés descalços pelas instalações de uma piscina, nos chuveiros ou no vestiário.

Trata-se de uma das bactérias mais comuns na academia e é caracterizada por causar rachaduras na pele e escamas entre os dedos do pé ou nos lados no pé. Há casos em que os sintomas podem ser muito mais sérios.

Para combater esse tipo de infecção, existem tratamentos antifúngicos e tópicos disponíveis. Para evitar que ele apareça, procure sempre que usar os sapatos adequados, e mantenha os seus pés limpos e secos.

  1. Gripe

Os vírus da gripe, assim como o resfriado, podem sobreviver na pele por até três horas e, no máximo, por quatro na superfície de outros materiais.

Nas academia as instalações e os equipamentos são usados regularmente por pessoas diferentes. Então as esteiras, bicicletas ou pesos podem armazenar esse tipo de vírus.

Bactérias na academia

Por isso, antes de utilizar o equipamento da academia, procure limpá-los. Não toque em nada com a sua boca ou nariz enquanto executa os exercícios. Além disso, sempre lave as mãos quando tiver terminado o treino.

  1. Staphylococcus Aureus

Mais comumente conhecido como estafilococos, é uma bactéria que é encontrada em pessoas, principalmente na pele e no nariz. Ele pode ser transmitido facilmente pelo contato com a pele de uma pessoa que sofre dessa infecção. Esses germes podem ser encontrados em toalhas ou em equipamentos de exercícios.

  1. HPV

Comumente conhecido como o vírus do papiloma humano, ele pode causar verrugas plantares. Também é transmitido por contato entre peles ou por andar descalço em banheiros e chuveiros. Para evitar uma das bactérias mais comuns na academia, use sempre chinelos nesse tipo de instalação pública.

  1. As bactérias Streptococcus

As bactérias estreptococos são extremamente contagiosas e podem ser transmitidas através do contato com a pele ou com o equipamento de exercícios. Essa bactéria pode causar faringite na garganta, bem como causar infecções de pele e bolhas. Para tratar essa infecção você deve visitar o seu médico.

Garota com resfriado

  1. Bactéria E. coli e hepatite A

Embora não seja uma das bactérias mais comuns na academia, ela pode ser encontrada no ambiente pois é transmitida pela via fecal-oral. Pode ser transmitido no caso de uma pessoa não lavar as mãos após ir ao banheiro, de forma que as bactérias poderão contaminar a próxima pessoa que tocar nos mesmos utensílios.

Esse tipo de bactérias geralmente causa sintomas como cãibras, diarreias ou vômitos. Se você notar algo similar, vá ao seu médico o mais rápido possível.