Tênis de corrida: quais os tipos e quando trocá-los

· 5 de janeiro de 2019
Um corredor não é nada sem um bom tênis. Isso porque ele fornece estabilidade e flexibilidade. Quando escolhemos bem o tipo de tênis para correr, ele ajuda a evitar o desconforto, lesões ou um baixo desempenho. Assim, permitindo percorrer mais quilômetros.

Há uma grande variedade de tênis de corrida no mercado. Alguns oferecem um bom preço, outros uma boa estética e conforto.

Correr implica um impacto até três vezes maior que o peso do corpo em cada pisada. Por isso que é importante que você escolha bem, levando em consideração as suas necessidades e as características técnicas do calçado.

O que são os tênis de corrida?

Em primeiro lugar, é um sapato feito para esportes, que geralmente é feito de couro, lona ou materiais sintéticos. De acordo com o país, eles são chamados de sapatas, tênis, botina, sapatilhas, etc. Podem ter diferentes modelos e atributos.

Para fornecer maior flexibilidade, a sua sola costuma ser feita de borracha. Embora tenham sido originalmente projetados para esportes, muitas pessoas de todas as idades, tanto crianças, jovens quanto adultos usam em suas vidas diárias.

Tipos de tênis de corrida

Há uma grande variedade de tênis de corrida. De acordo com a sua marca, gênero, tipo de pisada e o uso que você dará, tais como:

  • Para competição.
  • Para treinar.
  • Para corrida em trilha, montanha ou estradas.
  • Para um misto entre treino e competição.
  • Os tênis com travas, dependendo da especialidade.

Partes de um tênis de corrida que você deve levar em consideração

Visualização e desempenho: mulher correndo na cidade de noite

Na hora de escolher, verifique as seguintes partes dos tênis de corrida:

A parte superior

Refere-se à parte de cima do tênis de corrida, também conhecido como cabedal. É o que está acima da sola. Ele pode ser costurado em várias partes unidas entre si, ou simplesmente pode ser somente uma peça.

A sola

É a parte que se gasta mais rápido por seu contato com a superfície do solo. Certifique-se que seja macio e que não se dobre com facilidade para permitir um movimento dos seus pés.

O peso

Opte sempre por um tênis de corrida que seja o mais leve possível, pesando menos de 300 gramas. Os tênis de corrida pesados ​​trazem muitos problemas.

O drop

É a diferença existente entre o calcanhar e a ponta do tênis. Já que o drop afeta sua técnica de corrida, é aconselhável que seu tamanho seja menor que 8 mm. Assim, você evitará que a diferença entre a frente do tênis e o calcanhar seja grande.

O conforto

O conforto proporcionado pelo tênis é importante no momento da corrida. Eles devem estar confortáveis ​​para que não ocorra um atrito desconfortável.

O amortecimento

O amortecimento é muito importante para descansar o pé e ter um bom controle do calcanhar. Ele ajuda a minimizar o impacto que o seu corpo causa sobre as articulações.

Existem pessoas que optam por um tênis minimalista ou que tenha pouco ou nenhum tipo de amortecimento. Alguns preferem esse tipo porque ele ajuda a correr com mais naturalidade e auxilia a obter uma melhor percepção do terreno.

Qual é o melhor momento para trocar os tênis de corrida?

Para determinar o tempo de trocá-los, tenha em mente o peso do seu corpo, a maneira como você pisa e como cuida deles. Além disso considere fatores como:

  • Se apresentam rachaduras, ranhuras ou furos.
  • Quanto eles já percorreram.
  • Se as palmilhas estão rasgadas.
  • Se você sentir dores estranhas no calcanhar ou no tarso.

Sete sugestões que valem a pena ser consideradas

Pessoa calçando tênis de corrida

Tenha as seguintes dicas em mente:

  1. O tênis deve ser um número maior do que você usa regularmente, porque os pés tendem a inchar ao correr.
  2. Use meias para que os seus pés não suem muito.
  3. Não utilize tênis desgastados, eles produzem um desequilíbrio mecânico no pé que pode levar a lesões graves.
  4. Verifique a sola do tênis constantemente, especialmente se você correr longas distâncias. Tenha em mente que sua vida útil é entre cerca de 600 a 1.200 quilômetros.
  5. Para aumentar a vida útil do seu tênis, compre dois pares. Dependendo do treino que você realizar, intercale-os.
  6. Nunca estreie um tênis de corrida em plena competição. Espere até que o seu pé se acostume com seus treinos diários.
  7. Realize uma prova de pisada para que você saiba que tipo de tênis você deve usar.

Visto que o tênis é a peça mais importante para um corredor, você deve escolhê-lo cuidadosamente. No entanto, se você não souber o que escolher ou você tiver dúvidas na hora de comprá-los, consulte uma pessoa que saiba mais sobre esse tópico. Além disso, você pode ir a uma loja especializada que vende tênis de corrida.