Um treino com halteres para peito, ombros e pernas

27 de outubro de 2019
Para os atletas que querem começar a treinar com halteres, vamos propor uma lista com alguns exercícios essenciais.

Os halteres são um dos equipamentos favoritos para os amantes do fitness. No entanto, alguns atletas iniciantes não sabem quais são os melhores exercícios que podem ser feitos com eles. Por isso, vamos apresentar uma lista de exercícios que formam um treino com halteres para tonificar e manter os músculos em forma.

Certamente, os halteres são a base do treinamento de força. Embora as academias possuam tipos muito variados de máquinas, muitas pessoas preferem treinar com halteres.

Isso ocorre porque, entre outros benefícios, a ação de sustentar os pesos também garante que os músculos estabilizadores tenham que trabalhar duro para que você permaneça estável enquanto executa os exercícios.

Como você já sabe, nem sempre é necessário ir à academia para treinar com halteres. De fato, cada vez mais pessoas treinam em casa e têm um jogo completo à sua disposição.

Por esse motivo, a grande maioria desses exercícios pode ser feita em casa. Além disso, também há outro elemento que pode ser indispensável: um banco de supino. Se você ainda não tem um, recomendamos que você pense nisso. Pelo menos para incluí-lo na sua lista de desejos!

O melhor treino com halteres

1. Supino

Este primeiro exercício de peito que vamos apresentar é um dos favoritos dos amantes do treinamento de força. Simples e igualmente eficaz, ele permite progredir e aumentar a carga e a intensidade do exercício dentro de poucas semanas de treinamento.

Sem dúvida, a técnica é uma das chaves para não sofrer nenhum tipo de lesão. Para executar o exercício, você precisa apoiar as costas no banco enquanto segura os halteres com as mãos e os apoia no peito.

A partir daí, o exercício consiste em levantar os pesos com a ajuda dos músculos do peito e repetir o movimento até que o número de repetições desejado seja concluído. Recomendamos que a inclinação do banco seja variada durante as séries para que toda essa musculatura seja trabalhada corretamente.

O melhor treino com halteres

2. Elevações laterais

Para fazer as elevações laterais, você deve começar em pé, segurando um haltere em cada uma das mãos. Mantenha as costas retas e levante os pesos para os lados lentamente, até que os seus braços estejam paralelos ao chão.

Os cotovelos devem estar levemente flexionados e os pesos devem ser abaixados lentamente para voltar à posição inicial. Considere que você não precisa de uma grande quantidade de força abdominal para executar o movimento, por isso é um bom exercício para os iniciantes.

Elevações laterais

3. Treino com halteres: rosca bíceps

Este exercício é uma maneira clássica e simples, porém desafiadora, de construir os seus bíceps. Para isso, você deve começar em pé, segurando os pesos com as duas mãos e alternando os braços nas repetições.

Comece com os pés afastados na largura dos ombros e os bíceps nas laterais. Mantendo os cotovelos parados, o exercício consiste em levantar os pesos até os ombros enquanto você gira as palmas das mãos em direção ao teto.

Mantenha as costas imóveis e os abdominais contraídos para fazer o exercício corretamente, e não use as costas para completar as repetições.

Rosca bíceps

4. Afundos com pesos

Como você já sabe, trabalhar as pernas é essencial por várias razões. Entre elas, para aumentar a força, os músculos e queimar muitas calorias. Para tonificar e fortalecer os músculos das pernas, é ideal incluir o uso de halteres para fazer afundos.

Para incluir os halteres em um exercício tão básico quanto os afundos, você deve segurar os halteres com as duas mãos, dar um grande passo à frente e abaixar o corpo até que os joelhos estejam flexionados. Em seguida, empurre com a perna da frente para retornar à posição inicial.

Afundos com pesos

Por fim, não se esqueça de que esse treino com halteres pode ser modificado por meio da inclusão de outras variações e exercícios.

De qualquer forma, temos certeza de que ele pode ser um excelente ponto de partida para os atletas iniciantes que queiram treinar na academia de uma forma eficaz, ou até mesmo em casa. Você certamente não vai se arrepender!

  • Saeterbakken, A. H., & Fimland, M. S. (2012). Muscle activity of the core during bilateral, unilateral, seated and standing resistance exercise. European Journal of Applied Physiology, 112(5), 1671–1678. https://doi.org/10.1007/s00421-011-2141-7
  • Stastny, P., Lehnert, M., Zaatar, A. M. Z., Svoboda, Z., & Xaverova, Z. (2015). Does the dumbbell-carrying position change the muscle activity in split squats and walking lunges? Journal of Strength and Conditioning Research, 29(11), 3177–3187. https://doi.org/10.1519/JSC.0000000000000976
  • Oliveira, L. F., Matta, T. T., Alves, D. S., Garcia, M. A. C., & Vieira, T. M. M. (2009). Effect of the shoulder position on the biceps brachii EMG in different dumbbell curls. Journal of Sports Science and Medicine, 8(1), 24–29.