Agachamento com barra: 3 movimentos para melhorar o seu treino

8 de outubro de 2019
Se você já é um amante dos agachamentos, no artigo a seguir vamos mostrar como você pode aumentar a dificuldade deles com a inclusão do agachamento com barra no seu treino.

O agachamento é um dos melhores exercícios para quem quer começar a treinar. Para os atletas mais exigentes, ele também pode ser um grande aliado para superar os limites. A seguir, vamos apresentar uma das suas modalidades, o agachamento com barra, bem como alguns movimentos que permitirão melhorar o seu treino.

Certamente, o agachamento desenvolve principalmente os músculos da parte anterior da perna e dos glúteos. No entanto, as diferentes posições dos pés e a profundidade da posição do agachamento também podem envolver outros músculos.

Como você pode imaginar, adicionar a barra traz uma resistência adicional que aumentará os benefícios do exercício. No entanto, esse aumento na intensidade do exercício também causará uma maior pressão nas articulações, por isso é vital se alongar tanto antes quanto após o treino.

Os diferentes movimentos para melhorar o seu treino que queremos apresentar são variações do exercício de agachamento com barra. Entre outras coisas, eles vão permitir que você treine com mais eficiência e fique mais motivado para o treinamento.

Basicamente, com essas variações, o seu treino deixará de ser tão monótono, já que ele será composto de diferentes exercícios. Assim, você evitará que os músculos se acostumem ao exercício, pois eles sempre estarão sujeitos a novas exigências.

Agachamento com barra: 3 movimentos para melhorar o seu treino

O agachamento com barra é um dos melhores exercícios que você pode adicionar aos seus treinos. É algo simples de executar, mas que traz inúmeros benefícios.

Toda vez que você inclui uma ferramenta diferente no seu treino, você está estabelecendo uma nova variação. Então, vamos apresentar alguns movimentos para melhorar o seu treino.

1. Agachamento com barra frontal

Ao colocar a barra nos ombros, à frente do corpo, o agachamento frontal coloca muito mais ênfase no quadríceps e na parte superior das costas do que o agachamento tradicional, mas ainda assim ele serve para fazer um bom trabalho dos glúteos e isquiotibiais.

É essencial manter os cotovelos apontados para a frente durante todo o movimento. Agache-se enquanto mantém o peso sobre os calcanhares, mantendo o peito e os cotovelos para cima.

Agachamento com barra: 3 movimentos para melhorar o seu treino

2. Agachamento com barra acima da cabeça

Esta segunda proposta é essencial para dominar o levantamento da barra de forma específica. Para quem levanta pesos incomuns, essa pode ser uma maneira eficaz de treinar a parte inferior do corpo enquanto o equilíbrio e a mobilidade são desenvolvidos.

Por outro lado, pode ser algo difícil de fazer ao utilizar um peso muito pesado para desafiar as pernas. Para executar esse movimento, arraste ou pressione a barra acima da cabeça e, mantendo-a sobre o centro de gravidade, faça um agachamento, conforme mostrado na primeira imagem.

Sem dúvida, isso requer um certo grau de mobilidade dos ombros para poder ser executado corretamente, mas ter um amplo controle da barra faz com que isso seja muito mais fácil.

3. Agachamento búlgaro

O agachamento búlgaro é uma variação do agachamento feito com uma perna só, por isso ele se impõe como um dos mais exigentes. Trabalhar com uma perna só ajuda a melhorar os desequilíbrios entre os lados, além de permitir tonificar os músculos sem precisar sustentar tanto peso.

Você só precisa começar devagar e se concentrar no desenvolvimento do equilíbrio, enquanto se familiariza com o movimento antes de carregar muito peso.

Agachamento com barra

Imagem: Men’s Health.

Para fazer o exercício, coloque um pé atrás de você, em um banco ou em uma plataforma elevada. Mantendo o tronco na posição vertical, comece a empurrar os quadris para fora, como se estivesse fazendo um agachamento para trás.

Então, desça até chegar à posição mais baixa, que pode ser quando a perna da frente estiver paralela ou quando o joelho de trás tocar o chão.

Assim, como você pode ver, o agachamento com barra é um excelente exercício para treinar as pernas, a partir do qual existem muitas variações que promovem um treino excepcional. De qualquer forma, sempre recomendamos alongamentos tanto no início quanto no final do treinamento para reduzir o risco de lesões.

  • Glavina, B., & Pérez, J. (2009). Actividad muscular lumbar durante el ejercicio de sentadillas y su relación con sujetos de diferentes características físicas. Revista Iberoamericana de Fisioterapia y Kinesiologia12(2), 67–72. https://doi.org/10.1016/j.rifk.2009.10.005