Como queimar gordura e aumentar a massa muscular ao mesmo tempo?

20 de junho de 2019
Muitos iniciados no mundo fitness pensam que primeiramente é necessário queimar toda a gordura para só depois exercitar os músculos e obter o físico que desejam. No entanto, esse método não é o único método válido. É perfeitamente possível conseguir ambas as coisas ao mesmo tempo.

O nível de peso que nos caracteriza é um aspecto, mas a composição da massa corporal é outro muito diferente. Será possível queimar gordura e aumentar a massa muscular ao mesmo tempo?

Há pessoas que pesam 80 quilos e, no entanto, é a massa gorda que predomina; outras, enquanto isso, pesam exatamente o mesmo, mas têm um físico com uma grande porcentagem de massa muscular.

Em primeiro lugar, vale a pena esclarecer como obtemos esses dados muito relevantes. Não há nenhum truque: um dos mecanismos mais confiáveis é a bioimpedância elétrica.

Através dela, com alguns eletrodos no corpo humano analisado, podemos saber a porcentagem de gordura, de massa muscular e de massa óssea da pessoa, além de outros parâmetros.

O corpo humano é um todo, com partes diferentes

Se um praticante fitness quiser primeiramente queimar a massa gorda e só então aumentar a massa muscular, é perfeitamente possível executar essa tarefa. No entanto, isso não é absolutamente necessário. A gordura é, principalmente, um recurso energético, além de ter outras funções fisiológicas no organismo.

Em contraste, os músculos não são assim. A massa muscular é uma estrutura ou tecido que garante funções de locomoção ou movimento. Essa estrutura consome gordura para realizar a sua atividade, em maior ou menor grau – isso dependerá da intensidade e duração do exercício em questão.

Requisitos para queimar gordura e aumentar a massa muscular

Queimar gordura e aumentar a massa muscular é, na verdade, mais simples do que parece. A fórmula se baseia tanto em uma dieta balanceada quanto em padrões corretos de atividade física. Para reduzir nossos níveis de gordura, devemos atender a dois requisitos principais:

  • Redução ou restrição de alimentos ricos em gordura: devemos evitar alimentos ricos em gorduras saturadas e, além disso, não devemos nos exceder no consumo de carboidratos e açúcares. Se eles excederem os limites de armazenamento do corpo, eles se transformam em gordura.
Como queimar gordura e aumentar a massa muscular ao mesmo tempo

  • Exercício aeróbico, anaeróbico ou misto: qualquer tipo de exercício físico promoverá a queima de gordura. Alguns farão mais do que outros: dependendo da intensidade e duração do treinamento, a gordura será o recurso predominante na combustão ou então será um recurso parcial.

Questões sobre o aumento da massa muscular

Este processo precisa de perseverança e dedicação. O músculo é uma estrutura que, para crescer e aumentar o número e o tamanho de suas fibras, precisa de estímulos. Dois aspectos importantes são necessários para que isso ocorra:

  • Treino predominante de força com impacto na hipertrofia: para que as fibras musculares do tipo I, IIA e IIB cresçam, devemos aplicar um estresse externo que force o aumento de tamanho e até mesmo a multiplicação. Há uma grande variedade de treinos para aumentar o tônus e o tamanho muscular, mas os mais eficazes são aqueles com um alto fator hipertrófico; isto é, pesos com cargas altas, médias ou baixas.
  • Nutrição proteica correspondente à perda consumida no treinamento: uma vez concluído o treinamento, ocorre uma degradação dos recursos. São usados aproximadamente 10% das proteínas, mas para o crescimento muscular adequado precisamos ingerir aminoácidos durante o dia. Ainda não está clara a quantidade que deve ser consumida por um atleta que se exercita diariamente, mas o número fica entre 1,6 e 2,2 gramas por quilograma de peso corporal.

Trabalhar em conjunto e não separadamente

É perfeitamente possível queimar gordura e aumentar a massa muscular ao mesmo tempo. Além disso, um processo beneficiará o outro. O aumento da massa muscular ativa mais a queima de gordura e essa redução dos valores lipídicos permitirá melhorar o desempenho esportivo.

No final das contas, as bases são a soma de uma prática esportiva diária e uma dieta balanceada com um consumo extra de proteína, embora sem excessos.

O aspecto genético para queimar gordura e aumentar a massa muscular

O aspecto genético para queimar gordura e aumentar a massa muscular

Cada pessoa é diferente da outra, e o metabolismo basal de cada indivíduo não é uma exceção. Sem dúvida você já conheceu alguém com alto consumo de gordura e açúcares, mas com níveis de gordura corporal baixos.

Isso é perfeitamente normal, e ocorre por causa da genética inata e dos processos desenvolvidos em estágios sensíveis, como a prática regular de esportes durante a vida toda, por exemplo.

Mas cuidado: certos aspectos metabólicos podem variar com o tempo e aumentar o nível de gordura em detrimento da quantidade de massa muscular.

Escolher como e quando fazer exercício físico e manter uma dieta adequada para atingir o objetivo de queimar gordura e aumentar a massa muscular é o eixo deste tema. A única questão é querer fazer isso, que é o primeiro passo de uma decisão da qual você não vai se arrepender.

  • vv.aa. Variability in Muscle Size and Strength Gain after Unilateral Resistance Training. https://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/15947721
  • Michael Tieland; Marlou L. Dirks; Nikita van der Zwaluw; Lex B. Verdijk; Ondine van de Rest; Lisette CPGM de Groot; Luc JC van Loon. La suplementación con proteínas aumenta la ganancia de masa muscular durante el entrenamiento con ejercicios de resistencia prolongada en personas de edad avanzada frágiles: un ensayo aleatorizado, doble ciego, controlado con placebo. Enlaces del autor panel de superposición abierto.