Como a alimentação influencia o seu metabolismo

19 de junho de 2019
O metabolismo está relacionado à massa muscular e com a perda ou o ganho de peso. Muitas vezes cometemos erros e tornamos nosso metabolismo lento, por isso é bom aprender um pouco mais sobre este processo.

Metabolismo é um conjunto de processos relacionados que ocorrem nas células continuamente. Muito se fala sobre ele quando queremos fazer dieta, tanto para emagrecer quanto para ganhar peso. Isso se deve ao fato de que a alimentação influencia bastante os seus processos. Neste artigo vamos falar mais sobre isso.

Metabolismo e peso

Você certamente já ouviu falar ou leu a palavra ‘metabolismo’ em uma série de situações: ao tentar emagrecer, se você não consegue dormir ou caso você coma mais do que o habitual, entre outras.

Quando a pessoa não emagrece, geralmente falamos de metabolismo lento; enquanto isso, um metabolismo rápido é aquele no qual tudo o que comemos ‘é gasto’ e não é armazenado no corpo.

O consumo de calorias diário depende do metabolismo basal, ou seja, a energia gasta em repouso para que os órgãos funcionem corretamente.

Acredite ou não, isso depende da massa muscular. Portanto, se a sua porcentagem for alta, teremos mais calorias para consumir durante o dia sem engordar; além disso, poderemos emagrecer mais rapidamente.

Um dos principais erros relativos à relação da alimentação com esse processo tem a ver com as chamadas ‘dietas restritivas’. Se nos faltam nutrientes e calorias, o metabolismo diminui e o corpo não consegue queimar gordura.

No entanto, quando voltamos à dieta habitual, há calorias excedentes, mas o organismo permanece lento. Isso tem como resultado o chamado efeito rebote: um aumento de peso em pouco tempo.

Isto significa que a melhor maneira de emagrecer e não recuperar o peso se baseia em manter um metabolismo acelerado. Como isso pode ser alcançado? Comendo todos os tipos de alimento, mas em menor quantidade!

Metabolismo e peso

Mitos e verdades

O metabolismo é um processo natural através do qual o corpo trabalha para satisfazer suas necessidades básicas. Não podemos culpá-lo por não conseguir emagrecer, como muitos insistem em fazer.

Existe um mito que indica que se você tem um metabolismo lento, você será obeso durante a vida toda. Isso não poderia estar mais distante da realidade! Outros preconceitos generalizados na sociedade são estes:

1. Diminui com a idade

Diz-se que, depois dos 35 anos, é mais difícil emagrecer (ou mais fácil engordar) porque o metabolismo diminui. No entanto, isso depende da massa muscular, que fica menor com o passar do tempo. A solução para isso é nada mais nada menos do que praticar atividade física.

2. Você deve comer cinco vezes ao dia para ativá-lo

As famosas ‘cinco refeições diárias’ são a base de qualquer plano alimentar. No entanto, ao invés disso, seria melhor comer a cada três ou quatro horas. Desta forma, não usaremos a massa muscular como energia ou ‘combustível’ e não vamos diminuir o metabolismo.

Assim, além disso, também evitaremos chegar com muita fome à próxima refeição, reduzindo a vontade de comidas calóricas e o beliscar entre as refeições.

3. Alguns alimentos o aceleram

Na verdade não podemos falar de alimentos nesse caso, mas sim de nutrientes. Proteínas com baixo teor de gordura são a melhor opção para manter ou aumentar a massa muscular. E se adicionarmos a atividade física a isso, poderemos acelerar o nosso metabolismo.

4. O café da manhã influencia o seu metabolismo

A frase ‘o café da manhã é a refeição mais importante do dia’ é completamente verdadeira, porque ele mantém o nosso metabolismo basal no topo. O jejum prolongado faz com que o corpo use a massa muscular como combustível e, assim, o metabolismo diminui.

Como posso ajudar o meu metabolismo?

Nosso corpo é um relógio muito preciso, e devemos prestar atenção para oferecer tudo o que ele necessita. Como somos animais diurnos, é compreensível que o metabolismo seja mais acelerado durante o dia e que diminua ao anoitecer.

Como ajudar o meu metabolismo

Se você comer muito no jantar, o processamento de alimentos será ruim. Portanto, você terá mais chances de engordar. Lembre-se de que, enquanto você dorme, você não queima gordura nem aumenta o metabolismo basal!

Por sua vez, recomenda-se comer dentro de um período de 12 horas, que é o horário habitual para estar ativo. Por exemplo, se você começar o seu dia às 8 horas da manhã, você teria que jantar no máximo às 8 horas da noite e não permitir mais do que quatro horas entre as refeições.

Embora existam fatores internos que não podemos modificar, temos a possibilidade de alterar outros e acelerar ou equilibrar o nosso metabolismo. Recomendamos, por exemplo, que você faça exercícios, principalmente aeróbicos, para atingir esse objetivo.

Nesse sentido, fazer cardio permite queimar calorias e os exercícios de musculação aumentam a massa muscular (que acelera o metabolismo). Portanto, fazer um pouco de cada um é fundamental.

  • Roach, B., Dominiczak, M., Horton Szar, D. (2013). Lo esencial en metabolismo y nutrición. In Lo esencial en metabolismo y nutrición. https://doi.org/10.1017/CBO9781107415324.004