Conecte corpo e alma com a dança contemporânea

11 de novembro de 2019
A dança contemporânea é um gênero de dança que explora os sentimentos mais profundos e os transforma em arte através do corpo. Descubra como fazer da dança contemporânea uma maneira de se conectar com seu interior!

A dança contemporânea surgiu no final do século XIX, época na qual a dança clássica predominava no mundo artístico. No entanto, a sede de maior liberdade, expressão e movimento deu origem ao que era chamado de dança moderna.

Até o final da Segunda Guerra Mundial, chamava-se dança moderna um estilo de dança que buscava uma alternativa à rigidez do balé clássico. Era praticada com os pés descalços e os movimentos eram muito mais livres.

Desse modo, por volta de 1940 o termo dança moderna já não era mais usado. O estilo passou a ser chamado de dança contemporânea. Atualmente ele é um estilo de dança praticado por muitas pessoas e com grande valor artístico.

Expressão do intangível

Tristeza, felicidade, raiva, nostalgia, esperança… São todos sentimentos e são, portanto, intangíveis para o ser humano. O fato de serem intangíveis oferece infinitas possibilidades de expressão, tais como pintura, música, literatura, teatro e, certamente, a dança.

Da mesma forma, a dança contemporânea tem como objetivo construir uma ponte entre os sentimentos e o que é visível para o ser humano. Isso tem como resultado uma experiência única para os dançarinos e também para os espectadores.

O movimento está sempre presente

Entre as características mais representativas da dança contemporânea estão os movimentos pronunciados e livres que são executados. A estética firme e estruturada do balé clássico é abandonada para dar lugar a um estilo muito mais aberto.

Exigência física da dança contemporânea

Uma das figuras representativas desse tipo de dança é Isadora Duncan, que escreveu em sua biografia intitulada Minha Vida:

“Eu nasci no litoral. Minha primeira ideia do movimento e da dança certamente veio a mim a partir do movimento das ondas…”

Portanto, a dança contemporânea procura uma determinada emoção dentro de nós para representá-la através do movimento. É esse o caso de Duncan e sua ideia do movimento das ondas.

Os movimentos do gênero contemporâneo são muito mais naturais ao humano. Além disso, as apresentações não devem necessariamente seguir uma estrutura linear, a história ou mensagem que se quer transmitir pode ser mostrada de várias maneiras.

Exigência física na dança contemporânea

A dança contemporânea é repleta de movimentos naturais relacionados à expressão de diversos temas. No entanto, há muitos passos e coreografias que exigem um certo nível físico para serem executados.

Embora os movimentos sejam mais fiéis à natureza humana, o estilo contemporâneo possui uma técnica corporal significativa para construir as peças que são levadas ao palco. Assim, uma aula de dança contemporânea pode conter os seguintes elementos:

  • Condicionamento físico: uma série de exercícios é realizada para fortalecer e dar flexibilidade ao corpo. Eles são extremamente importantes, pois envolvem a aquisição de resistência, força e controle do corpo.
  • Laboratório de movimentos: grande parte da sessão gira em torno de movimentos que são vivenciados individualmente ou em grupos, geralmente acompanhados de música.
  • Composição: consolida os movimentos mencionados acima. Ou seja, a parte psicomotora é trabalhada para o desenvolvimento da peça.
  • Observação: tudo o que foi colocado em prática é estudado. Dessa forma, o espírito crítico e a capacidade de ter novas ideias são estimulados.

Em termos físicos, a dança contemporânea exige um esforço semelhante ao do balé clássico, de tal forma que o corpo deve ser exercitado e utilizado para movimentos exigentes.

No entanto, é precisamente sob a premissa do condicionamento físico, do laboratório de movimentos, da composição e da observação que é construída e reafirmada a conexão entre o que é sentido e como é possível que isso seja projetado por meio do corpo.

Expressão do intangível

Todos podem dançar a dança contemporânea?

A dança contemporânea geralmente é um estilo marcante por causa de tudo aquilo que ela expressa e pela maneira como isso é feito. Portanto, é um gênero de dança aberto a qualquer pessoa que tenha o desejo de experimentar coisas novas e fortalecer o vínculo entre o corpo e a alma.

Se você está procurando uma nova maneira de explorar o que há dentro de você e de fazer com que isso seja transmitido de uma maneira diferente, então a dança contemporânea é uma opção que você não deve ignorar. Atreva-se a transformar o intangível em algo visível! 

  • New York Times. 15 de septiembre de 1927. «Isadora Duncan». Disponible en: http://www.aintnowaytogo.com/duncan.htm
  • Chircovski, Boris. Danza contemporánea: Técnica y creatividad. Universidad de Alicante.
  • Stevens, C., & McKechnie, S. 2005. Thinking in action: Thought made visible in contemporary dance. In Cognitive Processing (Vol. 6, pp. 243–252). https://doi.org/10.1007/s10339-005-0014-x