5 coisas que não podem faltar para treinar em casa

· 31 de agosto de 2018
Treinar em casa é uma excelente ideia se você não tem tempo para ir à academia, mas para fazer isso de forma eficaz, vamos te dar dicas práticas para treinar no conforto da sua casa com poucos materiais

Muitas pessoas querem treinar, mas ou não gostam de academias ou têm pouco tempo devido a uma agenda movimentada e ritmo de vida. Se esse for o seu caso, não desanime, você pode se exercitar em casa com apenas alguns minutos e de maneira efetiva. Para poder fazer isso sem problemas, existem algumas coisas que não podem faltar para treinar em casa.

É possível treinar em casa?

Para começar, uma das coisas que mais nos preocupa quando pensamos em treinar é a falta de tempo. Se você tiver que enfrentar um dia de trabalho longo e extenuante, pode se desgastar tanto no sentido físico e quanto no mental e não haverá espaço na sua agenda para a atividade física.

Além disso, outra causa provável que pode te desanimar talvez seja a falta de dinheiro. Também é provável que você se pergunte: “Que treino posso fazer se não tiver muitos materiais ou equipamentos para treinar em casa?”

Mas não desanime, continue lendo para que você possa começar o seu treino em casa, e praticamente sem muitos equipamentos.

5 coisas necessárias para treinar em casa

Embora uma das motivações ou fatores para treinar em casa seja reduzir despesas, não se feche para a possibilidade de complementar com acessórios ou máquinas. Por exemplo:

1. Se você tiver uma barra firme e em uma altura confortável em que seus braços estendidos possam facilmente alcançá-la, você pode usá-la como uma barra para elevar seu corpo.

2. Com pequenos halteres você pode fazer um pouco de força muscular e tonificar.

3. Uma das melhores opções adicionais é que você possa ter uma fitball ou uma bola de exercícios com a qual conseguirá fazer exercícios de ginástica suave.

4. Se você tem uma esteira ou bicicleta estática, você pode fazer exercícios cardiovasculares, aumentando assim a capacidade do seu coração.

5. Além disso, um colchonete, um banco ou uma cadeira firme sempre serão úteis.

Existem várias propostas interessantes para treinar em casa, e você certamente encontrará uma apropriada para você, sempre tendo em mente seu tempo e os acessórios disponíveis.

Exercícios de aquecimento antes do treino

Homem alongando a perna

Antes de tudo, é importante começar bem. Portanto, a primeira coisa que você deve prestar atenção é nos exercícios de aquecimento. Isso permitirá que você ative seu corpo para a atividade física em si.

Desse modo, suas articulações, tendões e músculos aquecem e seu coração eleva as pulsações. Para este treino de aquecimento podemos dedicar entre 5 e 10 minutos. Mas não se apresse, porque o seu corpo precisa de um período de tempo para perceber que está ativo.

Após isso, você pode começar a treinar em casa fazendo exercícios cardiovasculares ou de força que envolvam uma certa quantidade de esforço, que aumentará progressivamente.

Treino cardiovascular e de força

Antes de começar, visualize os objetos de seu quarto, garagem ou quintal e você descobrirá que alguns podem te dar a firmeza necessária para treinar em casa. Nesse sentido, talvez tenhamos uma cadeira forte e estável, um banco, um piso acolchoado ou grama. Uma barra ou algum objeto pesado e firme irão servir também.

Você poderia começar com esse treino:

Flexões

Menina fazendo o exercício prancha

É uma das coisas mais importantes, pois geram força naquilo que é conhecido como parte superior. Isso significa que inclui braços, ombros, tórax e costas.

Para realiza-las, você pode deitar de bruços no chão e levantar o tronco com a força dos braços. Além disso, mantenha as palmas das mãos bem apoiadas no chão e levante-se apoiado em seus braços e nas pontas dos seus pés, que também devem estar apoiados.

Burpees

Embora este exercício exija algum esforço coordenado, é muito dinâmico. Você ficará na mesma posição que usou para as flexões. Então, você dá um pequeno impulso para agachar, pegando as pernas e imediatamente pula, estendendo os braços para cima.

Depois, você volta para a posição de agachamento e, a partir daí, estica as pernas de volta para a posição de flexão e repete o ciclo.

Ponte de glúteo

Nesse caso, fique de costas sem esticar as pernas e apoie os pés firmemente no chão, mas a cintura permanecerá próxima nível do chão. Depois, faça elevações do seu tronco devagar e repetidamente. Este exercício ativa a musculatura isquiossural.

Faça um esforço consciente ao treinar em casa

Antes de tudo, lembre-se que para dar continuidade aos exercícios ou para manter a rotina, você deve programar seu horário. É provável que você tenha que fazer alguns ajustes em seus hábitos de vida e definir prioridades, mas o esforço vale a pena.

Além disso, treinar em casa não precisa ser chato; se você adicionar uma série de elementos para aproveitar e aprender, vai se sentir mais motivado. Por exemplo, você pode incluir vídeos, músicas e até dançar.

Assim, o exercício irá te ajudar a levar uma vida mais ativa e melhorar sua energia para situações cotidianas. Não haverá espaço para desculpas. Por isso, comece agora a treinar em casa.