Animal flow, um recurso fitness inovador

22 de junho de 2019
A indústria fitness está se tornando cada vez mais valorizada na sociedade atual e novas modalidades estão surgindo constantemente. Algumas delas têm um nível de criatividade e funcionalidade maravilhoso, como acontece no caso do animal flow.

Qualquer modalidade fitness pode levar à excelência física, desde que executada corretamente. Isso envolve a escolha das cargas apropriadas, da intensidade e da duração da atividade em relação ao nosso condicionamento físico. No entanto, o exercício também pode envolver imaginação e liberdade, como acontece no animal flow.

O retorno à vida selvagem e à liberdade de ação

Embora o ideal seja trazer várias metodologias aos nossos treinamentos a fim de estimular todas as nossas características ou qualidades, muitos praticantes têm preferido deixar de lado os exercícios analíticos para se concentrar na naturalidade do movimento humano e nos esforços que ele faz rotineiramente.

Ou seja, eles preferem o exercício voltado para o funcional e o multiarticular. A atividade analisada hoje, o animal flow, possui essas características com um incrível nível de inovação.

Em primeiro lugar, ele está acumulando cada vez mais praticantes desde o seu surgimento em 2010. Muitos adeptos fitness procuram novas experiências que aliviem as suas preocupações mentais, e eles as encontram nessa modalidade. Suas características são as seguintes:

Evolução do break dance ou da capoeira?

Ainda não está totalmente esclarecido se o break dance pode ser considerado um esporte ou uma arte acrobática. Mas independentemente disso, o animal flow tem um dinamismo com certa semelhança com a dança típica da cultura hip-hop.

Ele também tem um certo vínculo com a capoeira, uma arte marcial que emergiu entre os escravos africanos no Brasil com conotações de dança coreográfica.

O animal que temos dentro de nós

Para praticar o animal flow, só precisamos de um espaço livre de objetos, além de nos libertarmos de todos os pensamentos e deixar tudo fluir, predominantemente desde um posicionamento quadrúpede.

A ideia é criar posturas com movimentos e passar do estático ao dinâmico, com suas correspondentes transições. Tudo isso é feito imitando posturas de animais e, assim, fazendo com que o praticante se sinta um ser selvagem e livre.

O retorno à vida selvagem e à liberdade de ação

Imagem: Facebook Animal Flow.

Sem equipamento, o animal flow requer apenas movimentar o corpo

No mundo do treinamento, a resistência que é exercida pelo próprio peso do corpo a partir das várias posições corporais é conhecida como autocarga.

O animal flow não precisa de equipamentos esportivos, apenas da imaginação e uma certa harmonia nos movimentos para evitar lesões e melhorar a propriocepção.

O animal flow promove múltiplas melhorias físicas e mentais

As principais consequências positivas do animal flow no corpo dos atletas que o praticam são as seguintes:

  • Flexibilidade: ao executar hiperextensões sem carga, o índice de lesão não é alto. Desta forma, ele trabalha os sistemas de articulações e ligamentos.
  • Coordenação: o fato de executar padrões coreográficos com certa liberdade, mas ao mesmo tempo estruturados, ajuda a estimular aspectos como o equilíbrio ou a concepção espaço-temporal.
  • Força: uma vez que as posições estáticas são executadas com autocarga, tanto o exercício isométrico para apoiar o próprio corpo quanto as transições para essas posições vão levar a uma estimulação muscular interessante para evitar a atrofia.
  • Criatividade: tal atividade artística terá um impacto positivo em outras atividades realizadas. O fato de fluir como um animal, com essa harmonia e dinamismo, levará os atletas a ter uma maior capacidade inventiva.
  • Relaxamento: a partir do primeiro minuto do treino os problemas desaparecerão graças à distração gerada pelo estilo cheio de fluidez e harmonia selvagem que caracteriza este esporte.
O animal flow promove múltiplas melhorias físicas e mentais

Imagem: Facebook Animal Flow.

Qual animal te define?

Todas as culturas têm uma coleção de aspectos místicos estranhos à ciência. Por essa razão, muitos humanos se sentem atraídos pela ideia de se definirem como um leão, águia, lobo ou elefante, por exemplo.

De fato, com essa nova modalidade, você terá a opção de imaginar a selva e de se sentir como o animal com o qual você se identifica. Dê um passo adiante para conhecer essa experiência transformadora.

Você não precisa de um centro especializado para praticar o animal flow, eles ainda estão em processo de expansão. Então, você só precisa pesquisar – você pode fazer isso na internet, onde encontrará muitas informações úteis – e se deixar levar progressivamente pelas explicações que encontrar.

Liberte-se das cidades de concreto e das selvas de pedra e lembre-se onde a evolução do ser humano começou; conecte-se com o ambiente animal!