5 dicas para voltar a correr após uma lesão

· 20 de novembro de 2018
Independente do tempo que você pode estar sem correr, fazer isso novamente não é tão complicado quanto parece, então não se preocupe; conheça 5 dicas para voltar a correr após uma lesão

Após uma lesão, é normal sentir medo de correr novamente. As lesões são uma espécie de ‘efeito colateral’ da prática de esportes, especialmente para os corredores. Quer se trate de um desgaste muscular, de um movimento errado ou de uma queda, as lesões implicam um período de tempo sem que você possa voltar a correr.

Antes de voltar a correr após uma lesão, é necessário que esse trauma tenha sido completamente recuperado. Ou seja, você deve ter um tempo razoável de repouso, geralmente o que o médico indica. Caso contrário, você vai tentar voltar a correr e ainda sentirá dores.

1. Não é preciso ter pressa

Não vamos mentir, pode demorar. Sabemos que os atletas se sentem incompletos quando não podem fazer o que gostam, o que neste caso seria correr. Quando se lesionam, eles querem que o tempo de recuperação passe rapidamente para então poder retornar à sua rotina.

No entanto, é aconselhável ter em mente que não é preciso ter pressa para correr novamente. Não se antecipe e respeite o que o seu corpo estiver sentindo para não piorar o quadro.

Mulher alongando as pernas para correr na praia

A melhor coisa a fazer é tomar o tempo necessário para se recuperar e se sentir bem. Voltar a correr muito rapidamente pode fazer com que você se lesione novamente em pouco tempo. Assim, aprenda a sentir bem o seu corpo – se você andar e ainda não se sentir seguro, então você não deve correr.

É frustrante sentir que você está perdendo um tempo precioso no qual você poderia estar correndo e, ao mesmo tempo, melhorando a sua técnica. Nestas situações, é necessário ser prudente, por isso seja paciente para que dessa forma você não tenha problemas quando voltar a correr.

2. Passo a passo para voltar a correr

Quando você já estiver se sentindo completamente seguro para voltar a correr, então faça um bom aquecimento. Muitas das lesões nos corredores acontecem porque eles começam a correr com os músculos frios.

O aquecimento é uma parte primordial do exercício, uma vez que com ele os músculos ficam preparados para a atividade física. Desta forma, certifique-se de ter se aquecido bem antes de começar a correr.

Então, para começar a correr após uma lesão, comece com um trote leve e inclua pequenos intervalos nos quais você apenas caminha. É importante que você se concentre em executar tudo corretamente, manter uma boa postura, dar passos firmes e, além disso, manter um ritmo que não seja muito exigente.

3. Não se desespere

Muito bem, você já está começando a correr novamente. No entanto, não se desespere para sair correndo tão rápido quanto antes. Mantenha um ritmo leve por vários dias pois, tendo passado muito tempo sem usar esses músculos, você deve dar um tempo para ajustar a memória muscular.

4. Aprenda com a lesão

Não veja o trauma como um erro, mas sim como um aprendizado. Isso significa que agora você deve ser mais cuidadoso consigo mesmo e com o que você fizer.

Hidratar-se bem, se alimentar bem, aquecer e alongar depois de correr. Todos esses são detalhes que fazem a diferença. Então, a partir do momento em que você se recuperar, você deve evitar outras lesões.

Homem cansado fazendo exercício

A melhor maneira de lidar com uma lesão é ser positivo. Desta forma, quando você começar a correr novamente, mesmo que pareça chato ter que começar o procedimento lentamente a fim de que seus músculos se acostumem novamente, não foque no negativo.

Aproveite a experiência como uma oportunidade para crescer e fazer as coisas corretamente.

5. Faça exercícios de trampolim

O trampolim ou cama elástica é um bom assistente para retornar à atividade física após uma lesão. Correr, saltar ou correr em um trampolim após uma lesão é uma forma perfeita de incluir o exercício sem correr o risco de se lesionar novamente.

O impacto no trampolim é quase nulo, ao contrário do chão, onde um grande impacto é gerado.

Finalmente, como uma recomendação extra: mude. Você corria com tênis desgastados? Então compre novos.  As roupas que você usava te incomodavam? Então troque de roupa. Aproveite a situação para mudar tudo o que poderia ter influenciado na lesão.

Além disso, faça um esforço para incluir outros hábitos positivos que você provavelmente não tinha. Como por exemplo se alongar bem depois de correr, ou então fazer exercícios que possam fortalecer os músculos para correr melhor. O corpo de um atleta é o seu bem mais precioso, então cuide bem dele!