Como melhorar o backhand no tênis

16 de fevereiro de 2020
O backhand pode ser uma grande falha ou um recurso fundamental para o ataque. Tudo vai depender da técnica individual do jogador e do quanto ele pratica. Vamos apresentar alguns exercícios e dicas para melhorá-lo.

Para melhorar o desempenho e, como consequência, os resultados, um tenista deve ser completo. Isso envolve dominar todas as jogadas, além de ter uma boa dinâmica, posicionamento na quadra e saber ler o jogo. Hoje vamos nos aprofundar sobre a questão das jogadas e aprender como melhorar o backhand.

Com alguns meses de prática, uma pessoa que nunca jogou tênis pode aprender a batida de direita. Ou seja, o drive. No entanto, o backhand geralmente demora um pouco mais, seja ele feito com as duas mãos ou apenas com uma.

Ele muitas vezes é uma deficiência mesmo para os jogadores mais avançados. É claro que cada tenista tem o seu ponto fraco, e é comum que um deles seja a batida do lado não dominante.

Exercícios para melhorar o backhand de um tenista

Para resolver esse problema, é possível recorrer a vários exercícios e aplicar algumas dicas. É sempre melhor ter a ajuda e a orientação de um treinador, que notará rapidamente os defeitos a corrigir.

Mas, caso não tivermos um, qualquer colega pode nos ajudar a praticar. Se você treina sozinho, poderá usar um paredão para executar alguns dos exercícios que vamos descrever na lista a seguir:

1. Verifique a sua técnica

Se você pretende melhorar o backhand, você primeiramente deve avaliar se você está executando os gestos técnicos corretos

Para começar, a empunhadura com a mão que segura a raquete (a mão dominante) deve ser a continental (ou martelo) ou semiaberta. Isso quer dizer que a face que recebe o impacto do backhand deve estar ligeiramente voltada para baixo.

A seguir, está a posição do corpo. Se você ficar de frente para a rede, o golpe será desviado. Então, ajuste os seus ombros, fazendo com que a mão dominante aponte para a rede.

melhorar o backhand no tênis

Quanto à posição dos pés, isso dependerá da situação do jogo. Em geral, são seguidos os mesmos padrões usados com a batida de direita, porém invertidos. Porém, não cruze demais o pé da frente, pois isso impedirá que você impulsione o corpo para a frente ao bater na bola.

2. Repetição, uma chave para melhorar o backhand

Pode parecer algo básico e óbvio, mas nada melhor do que bater na bola em diferentes intensidades para dominar uma técnica no tênisVocê pode fazer isso acompanhado (é melhor se posicionar na diagonal, ambos os jogadores de backhand) ou contra uma parede.

A ideia é, em primeiro lugar, manter a bola no ar com um topspin. Então, quando tiver ganhado confiança, ser um pouco mais agressivo. Isso permitirá ao outro praticar o slice ou o backhand cortado. Ao final, os papéis devem ser invertidos.

3. Exercício para o backhand com uma mão

No slice todos os jogadores utilizam apenas uma mão, mas muitos optam por usar esse método para todos os golpes de backhand. Isso geralmente é mais difícil de dominar, mas permite um golpe muito agressivo se der certo. Como melhorá-lo?

A ideia é ir aos poucos. A primeira medida é memorizar o golpe. Embora a posição dos pés seja a mesma, a raquete não começa abaixo da cintura como no backhand com as duas mãos. Devemos colocá-la na altura da cabeça, com o lado que for receber a batida apontando para a lateral da quadra e o cotovelo para baixo.

O movimento para o impacto ocorre primeiramente para baixo (até o quadril) e depois para a frente. Ele termina, assim como no drive, para cima.

Pratique primeiramente devagar, sem a bola. Então, repita rebatendo contra uma parede. Quando você sentir que o movimento foi moderadamente dominado, vá para a quadra para jogar com um colega.

4. Adicionando velocidade ao backhand

Existe uma maneira de dar mais impulso ao nosso backhandCom isso, ele deixará de ser um mero golpe defensivo para continuar o jogo para ser uma arma eficaz para atingir o oponente.

melhorar o backhand no tênis

Trata-se do backswing. Esse movimento nada mais é do que estender a rotação dos quadris para dentro para afastar ainda mais os ombros da rede. Isso fará com que a raquete se afaste do ponto de contato e essa distância maior ajudará a levar um maior impulso ao golpe.

É importante esclarecer que, ao executar essa rotação extra, a mão não dominante deve se aproximar da outra na empunhadura. Caso contrário, o cotovelo inibirá o movimento.

Como praticar esse movimento? Para visualizá-lo melhor, você pode ficar diante de um espelho e registrar os passos que devem ser seguidos. Posteriormente, leve a prática para um paredão e, como passo final, vá bater a bola na quadra.

Finalmente, um conselho muito útil se você não tiver um professor para corrigi-lo é gravar-se com um telefone celular e então observar os seus movimentosEsta será a melhor maneira de saber o que você está fazendo corretamente e o que ainda precisa ser melhor trabalhado!

  • Russell, Alejo. Desarrollo y técnica. Tácticas de tenis. Federación Dominicana de Tenis. http://www.fedotenis.org/media/16913/t%C3%A1cticas%20de%20tenis.pdf
  • Russell, Alejo. Manual de tenis – Nivel 1 Instructor. https://torchpadeltenisadministracion.files.wordpress.com/2008/06/manual-de-tenis.pdf