Dicas para uma boa preparação física para esquiar

3 de fevereiro de 2020
Existe uma preparação física específica para começar a esquiar? Na verdade, alguns músculos, como os glúteos e o quadríceps, têm uma certa função nesse esporte, portanto, um programa de treinamento apropriado é sim necessário.

Existe uma preparação física adequada para esquiar. Se estivermos de férias ou quisermos iniciar nesse esporte, podemos fazer alguns exercícios antes das aulas. O quadríceps, os quadris e os glúteos são os músculos mais usados em cada movimento.

Os requisitos dessa prática esportiva vão além do desenvolvimento da força corporal. Os esquiadores precisam de bons reflexos, controle e resistência para lidar com esquis em terrenos irregulares. Portanto, detalharemos alguns exercícios que podem ser benéficos para essa disciplina.

Um treinamento para cada tipo de esquiador

Cada um dos esportes de neve tem amplitudes de movimento muito particulares. Portanto, os exercícios geralmente se concentram nas partes do corpo mais usadas em cada um. Os treinadores, então, costumam fazer distinções entre esquiadores de montanha e alpinos.

Nesse sentido, os esquiadores de montanha fazem um trabalho mais complexo. Eles enfrentam subidas constantes, de modo que o quadríceps adquire grande destaque. Além disso, os músculos do quadril e da parte anterior das pernas devem ser trabalhados de forma especial.

Por outro lado, os esquiadores alpinos se concentram mais no controle do esqui durante a descida. Neles, o trabalho do quadríceps e dos glúteos é geralmente o principal. Nos dois casos, o autocontrole, o equilíbrio e a resistência são os principais objetivos do treinamento.

Um treinamento para cada tipo de esquiador

O equilíbrio entre força e resistência

A preparação física para esquiar é dividida em trabalho de força e resistência. Os primeiros têm o objetivo de gerar a massa muscular necessária para os altos requisitos físicos. Isso pode ser alcançado na academia com pesos, máquinas e treinos bastante comuns.

Obviamente, o mais aconselhável é o trabalho com peso livre. Agachamentos, passadas e outros exercícios são muito recomendados. Talvez o exercício mais especializado em esqui na neve tenha a ver com o condicionamento para a resistência.

Outra característica que diferencia a preparação física dos esquiadores é seu alto requisito técnico. Nesse caso, cada exercício se concentra em manter a postura, a técnica e o equilíbrio. Dessa maneira, a resistência também é promovida.

No treinamento para esquiadores, elementos que permitem trabalhar em superfícies instáveis ​​são geralmente importantes. Os mais comuns são o bosu (meia bola de equilíbrio) e a fitball. Da mesma forma, vale ressaltar a importância de trabalhar a área abdominal, enfatizando as laterais.

Dicas para uma boa preparação física para esquiar

Esquiar exige muito trabalho da área lombar e pélvica

O domínio do centro do corpo é essencial para os praticantes de esqui. É por isso que muitos dos exercícios se concentram na área lombar e pélvica.

Para isso, os exercícios começam na posição horizontal, simulando a posição de esqui. Neles, os braços, glúteos e abdominais são usados ​​de maneira coordenada.

Há ainda o trabalho na posição vertical, que geralmente é mais exigente. Os movimentos laterais da polia com o braço são realizados com muita regularidade. A ideia é ganhar força usando várias posições no nível das pernas. Como podemos ver, trata-se de manter o equilíbrio.

Como fazer os movimentos do treino de força para mulheres acima de 50 anos

Por outro lado, os quadris e abdutores são exercitados com tiras amarradas e colocadas no quadríceps. Esse tipo de exercício envolve superar a força da resistência de dentro para fora com as pernas. Teremos apenas uma perna de apoio e equilíbrio, enquanto fortaleceremos a outra.

Exercícios com faixa elástica na preparação física para esquiar

Três dicas essenciais para uma preparação física para esquiar

Em primeiro lugar, um instrutor é essencial: preparar o corpo para esquiar não significa que precisaremos de menos horas de prática. As aulas nesse esporte podem durar de três a cinco horas, dependendo da resistência física do praticante. Às vezes, as sessões podem ser estendidas ainda mais.

Por outro lado, o aquecimento também é muito importante, como em todos os esportes.Os esquiadores devem realizar extensas sessões de aquecimento. Da mesma forma, os alongamentos após esquiar também são necessários.

Finalmente, também devemos falar sobre a memória como suporte: um esquiador deve desenvolver uma boa memória corporal.Portanto, cada postura em preparação deve ser monitorada em detalhes. A nível mental, a memória topográfica será uma grande aliada para enfrentar cada terreno.

Em suma, esquiar de maneira adequada está além de um simples feriado em uma superfície com neve. Os atletas da neve são muito disciplinados e trabalham várias habilidades. Obviamente, não é uma coisa impossível, mas uma atividade em que o progresso será feito pouco a pouco.

  • Morgan Petitniot. 7 pasos para mejorar y perfeccionar el esquí. Extraído de: https://espacio-esquiadores.com/documents/GU%C3%8DA%20-%207%20pasos%20para%20la%20mejora%20y%20perfeccionamiento%20del%20esqu%C3%AD.pdf
  • José Hanff. Comprendamos el esquí. Extraído de: http://www.pepo.cl/wp-content/uploads/PDF/1_COMPRENDAMOS_EL_ESQUI.pdf
  • Esquí España. 2003. Reglamento estaciones de esquí. Extraído de: https://www.aramon.com/estaticos/userfiles/file/Reglamento%20interno%20Atudem.pdf