Canionismo: habilidades e equipamentos necessários

4 de fevereiro de 2020
Aprenda tudo sobre o canionismo, um esporte que envolve adrenalina, natureza e diversão. Quais elementos precisamos e quais obstáculos teremos que enfrentar?

O canionismo ou canyoning é um esporte que, além de incentivar o exercício, promove a exploração de locais naturais. Essas qualidades o tornam um esporte de aventura capaz de proporcionar novas e incríveis experiências.

Decidir entrar no mundo do canionismo é uma escolha um tanto arriscada. No entanto, a paisagem, a diversão e a adrenalina podem deixá-lo viciado nesse esporte. Anote tudo o que você precisa saber sobre essa maravilhosa atividade física!

Tudo começa em um desfiladeiro

O canionismo adquire esse nome porque é realizado em desfiladeiros, rios, desertos, selvas, vales, entre outros lugares. Geralmente é feito em grupo. No entanto, as pessoas que quiserem realizar essa atividade sozinhas também podem fazê-lo.

Porém, o esporte não tem uma única ação em particular, mas trata-se de lidar com o percurso. Portanto, caminhar, nadar, escalar, pular e escalar são ações básicas do canionismo.

É por isso que você deve ter cuidado ao começar. Quem o faz é exposto a situações de risco em locais que podem ser perigosos.

Equipamentos do canionismo

Visto que o canionismo é praticado em locais abertos e é uma atividade em que são realizados diferentes movimentos de risco, os profissionais devem ter uma equipe especial para preservar a sua segurança o tempo todo e, por sua vez, serem capaz de fazer o que for necessário.

O local a ser explorado determinará o equipamento que deverá ser usado. No entanto, existem certos elementos que são essenciais, independentemente do local. Eles são os seguintes:

  • Calçado adequado.
  • Mochila com drenagem de água.
  • Roupa de neoprene.
  • Capacete.
  • Arnês.
Equipamentos do canionismo

  • Cordas.
  • Descensor.
  • Âncoras.
  • Mosquetões.

Também há outros detalhes que não devem ser esquecidos ao praticar o canionismo individual ou em grupo:

  • Individual: você deve ter o equipamento mencionado acima e também bloqueadores mecânicos, pedal, cinto, faca e apito à prova d’água.
  • Grupo: todos os membros devem possuir equipamento individual. Ao mesmo tempo, é necessário complementá-las com um equipamento de grupo composto por cabos de progressão, tracionamentos de instalação, protetores de corda e corda de socorro.

Excursão de canionismo

A essência do canionismo é a rota e a progressão de barrancos e desfiladeiros. Existem diferentes técnicas para conseguir isso. A aplicação de cada uma dependerá do atleta e, é claro, do tipo de barranco. Algumas das progressões mais comuns são as seguintes:

  • Subir ou escalar: em barrancos é mais comum descer, mas às vezes é necessário subir ou escalar para chegar a determinadas áreas e continuar a jornada.
  • Rapel: é uma técnica de descida com corda, arnês e descensor.
  • Caminhada: para acessar os barrancos e desfiladeiros, é essencial caminhar. Recomenda-se não fazê-lo dentro de correntezas para evitar o desgaste físico intenso que isso implica.
  • Natação: é necessária em todos os locais que exista uma profundidade mínima de água para nadar em vez de caminhar.
  • Corrimão: dessa maneira, caminha-se de forma horizontal para evitar outros obstáculos.
  • Tobogã: descer livremente através de rampas de pedra polida. Geralmente, o objetivo é chegar a um local com água.
  • Saltos: caso você saia em grupo, o primeiro membro deve fazer rapel para garantir que não há obstáculos que possam causar ferimentos. Assim, todos podem realizar o salto de maneira mais segura.
  • Tirolesa: descida feita com corda ou cabo.

Canionismo, um esporte ao ar livre

O canionismo é um esporte completamente ao ar livre que permite conhecer novos locais e se conectar com a natureza. Ao mesmo tempo, praticá-lo melhora a sua condição física e mental.

Os riscos desse esporte não são apenas os desfiladeiros, rios com correntezas fortes ou montanhas com grandes altitudes. Ao se exercitar em um ambiente completamente natural, você também se expõe a animais, insetos, plantas venenosas e ecossistemas perigosos para os seres humanos.

Um esporte ao ar livre

Portanto, é imperativo estar informado sobre as características dos locais a serem explorados. Para preservar seu bem-estar, é importante saber como lidar e se prevenir em situações que envolvam a vegetação e os animais daquele local específico.

Existem inúmeras opções para o canionismo. Aproveite os lugares naturais que podem mudar a sua visão do mundo e de si mesmo. Atreva-se a experimentar algo novo, divertido e cheio de adrenalina!

  • AA.VV. (2014). Descenso de barrancos: Técnicas básicas. Madrid: Ediciones Desnivel S.L. p. 224
  • Martí Puig, Andrés (2013). Petzl, ed. Técnicas de progresión vertical. Aplicaciones científicas y deportivas.
  • Ortega Becerril, José Antonio (2009). Manual de aguas vivas en barrancos : anticipación y prevención de peligros. Desnivel, S.L.