Qual exercício é melhor: caminhar ou correr?

6 de agosto de 2019
Os exercícios físicos apresentam muitas variáveis que se adaptam perfeitamente aos gostos e às necessidades daqueles que os praticam. E você, prefere correr ou caminhar?

Muitos atletas, sejam profissionais ou amadores, costumam se perguntar se é melhor caminhar ou correr. Se você também fica na dúvida, recomendamos que leia o seguinte artigo, no qual falaremos mais a respeito.

Caminhar ou correr? Eis a questão

A moda de praticar corrida se instalou e parece que conta com cada vez mais adeptos. No entanto, não é uma atividade para aqueles cujo condicionamento físico não é desenvolvido ou para aqueles que sofrem de algumas doenças.

Como são milhares as pessoas que desejam melhorar seu estado de saúde através do exercício físico e da alimentação, é bom saber qual modalidade ou atividade é recomendável em cada caso.

Alguns dizem que correr é melhor porque queima mais calorias ou nos faz transpirar mais. Outros afirmam que caminhar é mais divertido e pode ser feito a qualquer hora. Então, é melhor caminhar ou correr?

Prós e contras de cada esporte

A corrida

Quando tentamos comparar ambas as atividades, percebemos que são totalmente diferentes. E claro, cada uma tem seus benefícios e contraindicações.

Começaremos pelas vantagens de praticar a corrida: trata-se de uma atividade física de certa intensidade, melhora o ritmo cardíaco, reforça o sistema imunológico, ajuda a perder peso e a trabalhar todos os músculos do corpo, e não apenas os músculos das pernas.

Para poder aproveitar todos esses benefícios, é preferível correr ao ar livre e não na esteira da academia. Por isso, será conveniente nos protegermos no inverno ou nos protegermos do calor e do sol no verão.

Por outro lado, é importante destacar que praticar corrida requer certo condicionamento físico. Ou seja, é necessário passar um tempo treinando leve antes de poder correr. Além disso, em comparação com a caminhada, correr aumenta bastante a possibilidade de sofrer lesões nos joelhos, pés ou calcanhares.

Por outro lado, as pessoas que sofrem de certas doenças tais como a artrite ou a osteoporose devem realizar um treino mais leve, e sempre sob supervisão médica.

Benefícios da corrida

A caminhada

Vamos agora falar sobre a segunda atividade em questão: a caminhada. Muitas vezes, acredita-se que é algo para pessoas da terceira idade ou para indivíduos obesos. Também há quem afirme, erroneamente, que não fornece tantos benefícios quanto a corrida.

No entanto, tudo isso não é verdade. Entre as vantagens de sair para caminhar pelo menos três vezes por semana, encontramos:

No caso das pessoas com sobrepeso, caminhar é a primeira recomendação ao se consultar com um médico. Uma vez que tenham perdido certa quantidade de quilos, poderão então aumentar a intensidade do exercício.

Caminhar é o ponto de partida para mergulharmos no maravilhoso mundo dos esportes, inclusive para aqueles que sempre foram sedentários. Dessa forma, aos poucos poderemos ir adicionando maior complexidade ao treino.

Por exemplo, podemos passar a fazer caminhada nórdica com bastões, trotar na montanha, etc. Ao analisar os resultados obtidos, não iremos mais querer voltar para a vida que levavamos antes.

Quanto aos contras de caminhar, talvez poderíamos dizer que é uma atividade leve e que nem todos gostam, principalmente se estão acostumados a certa intensidade nos treinos. Além disso, algumas pessoas ficam entediadas com a paisagem passando lentamente.

Destaques do powerwalking

Conclusão: é melhor caminhar ou correr?

Com base em tudo isso, não podemos dizer se é melhor caminhar ou correr, pois depende de vários fatores. Para alguns, a corrida continuará sendo a melhor opção em termos de exercício. Para outros, caminhar será o ponto de partida para mudar de vida como nunca imaginaram.

Na verdade, a resposta para a pergunta inicial tem relação com os gostos, a idade, as expectativas e os objetivos que cada um tem. Nenhuma das duas modalidades é melhor ou pior, simplesmente são diferentes.

Se você deseja ter mais resistência, pratique corrida. Para combater a obesidade, caminhe. Caso você queira ter músculos bem formados, corra. Se o que você quer é passar um tempo agradável no parque, então escolha uma caminhada leve.

Em todo caso, o importante é fazer uma atividade física que gostamos, que nos faça bem e que não seja um peso ou uma obrigação. Aproveitar o exercício é possível se encontrarmos aquilo que amamos!

  • Segers, V., Aerts, P., Lenoir, M., & De Clercq, D. (2006). Spatiotemporal characteristics of the walk-to-run and run-to-walk transition when gradually changing speed. Gait and Posture. https://doi.org/10.1016/j.gaitpost.2005.09.006