Novidades tecnológicas nos Jogos Olímpicos de Tóquio

· 28 de fevereiro de 2019
Um dispositivo de reconhecimento facial será instalado na entrada dos locais dos Jogos Olímpicos de Tóquio para melhorar a segurança e a eficácia dos controles. Contamos tudo sobre essa novidade a seguir.

Os Jogos Olímpicos Tóquio 2020 usarão sistemas de reconhecimento facial para os atletas, jornalistas e funcionários. Trata-se de uma iniciativa inédita na história e seu objetivo é melhorar a segurança, a eficiência e facilitar o acesso às instalações.

O sistema será instalado na entrada de todos os locais de competição, na Vila Olímpica e nos centros de imprensa, mas não será aplicado para os espectadores.

Além disso, os Jogos Olímpicos de Tóquio serão disputados durante os meses de verão. Com o objetivo de evitar longas filas e as altas temperaturas, considera-se que o reconhecimento facial irá acelerar o trabalho, ao contrário do que aconteceria com funcionários de segurança, que normalmente se encarregam dessa tarefa.

O reconhecimento facial vai demorar apenas 0,3 segundos para confirmar a identidade comparando o rosto da pessoa com a foto pré-gravada, um avanço que tem a intenção de aumentar a segurança desse grande evento esportivo

Sistema de reconhecimento facial

Entre outras coisas, isso impedirá qualquer entrada fraudulenta ou falsificação. Portanto, espera-se que o sistema resolva problemas potenciais simplificando o processo de segurança, reduzindo os tempos de espera e evitando que as pessoas utilizem cartões de identificação roubados ou falsificados.

De acordo com os testes realizados, o reconhecimento facial permitirá realizar controles 2,5 vezes mais rápidos do que os procedimentos padrão limitados a códigos de barras e controles visuais, vigentes durante os Jogos Olímpicos anteriores. 

“Esta é a primeira vez que o reconhecimento facial será implementado para todas as pessoas credenciadas em todos os locais”

-Tsuyoshi Iwasshita-

Os Jogos Olímpicos da modernidade

A tecnologia NeoFace desenvolvida pela empresa NEC Corporation é a responsável por monitorar todas as pessoas credenciadas, incluindo atletas, funcionários, agentes e meios de comunicação em mais de 40 locais.

Isso é uma confirmação de que estamos diante dos Jogos Olímpicos em que o uso da tecnologia estará mais presente.

De fato, é a primeira vez que a tecnologia de reconhecimento facial é utilizada para a segurança de um evento deste tipo. Tenha em mente que os Jogos Olímpicos de Tóquio se estenderão por toda a área metropolitana de Tóquio e precisarão autenticar suas identidades em mais de 40 locais de toda a cidade.

Este nível extra de segurança estará em todos os jogos de Tóquio 2020, assim como nos Jogos Paraolímpicos.

Do ponto de vista da privacidade, isso levanta algumas bandeiras vermelhas, uma vez que nem o Comitê Organizador de Tóquio nem o Comitê Olímpico Internacional, nem a NEC Corporation explicam como as imagens serão armazenadas e quais medidas de segurança estão sendo tomadas para protegê-las.

A tecnologia de reconhecimento facial líder do mundo

A empresa japonesa NEC Corporation afirma ter a tecnologia de reconhecimento facial líder no mundo. Seu programa de reconhecimento utiliza um sistema chamado NeoFace, que funciona analisando os rostos em sequências de segurança transmitidas ao vivo e buscando coincidências em seu banco de dados.

Essa tecnologia de reconhecimento facial líder no mundo já foi testada nos últimos Jogos Olímpicos Rio 2016. Na verdade, sua tecnologia biométrica já foi implementada em vários lugares de 70 países, incluindo alguns aeroportos internacionais.

Estádio olímpico

Da mesma forma, o sistema vinculará os dados das fotografias dos assistentes credenciados com seus cartões de identificação, que funcionam tocando o cartão com o leitor. Naturalmente, é necessário que todas as pessoas façam suas fotografias em um banco de dados antes do início da competição.

Os funcionários de segurança ainda estarão presentes, mas o sistema deve facilitar seu trabalho. Ao invés dos funcionários de segurança analisarem cada pessoa, a tecnologia de reconhecimento facial escaneará o rosto, acelerando o processo de entrada.

Em qualquer caso, estamos convencidos que o uso do reconhecimento facial nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020 será monitorado de perto tanto pelos que apoiam a medida quanto pelos céticos,com o objetivo de comprovar se trata-se de uma ferramenta eficaz.

Finalmente, você não deve esquecer que se espera que os sistemas de reconhecimento facial que serão utilizados para os Jogos Olímpicos de Tóquio eliminem efetivamente a entrada com identificações falsificadas, reduzam o congestionamento nas filas de espera credenciadas e diminuam o estresse dos atletas.

SATO, A. (2003). NeoFace-Development of Face Detection and Recognition Engine. NEC Res. & Develop., 44(3), 302-306.