Benefícios, dicas de segurança e contraindicações para praticar paraquedismo

· 16 de agosto de 2018
É importante que você saiba logo de cara que praticar paraquedismo é uma experiência fora do comum e que nos ajuda a desfrutar e esquecer da rotina e do estresse diário. Quem faz uma vez acaba repetindo. Por que será?

Muitas pessoas incluem o paraquedismo na lista de atividades para fazer pelo menos uma vez ao longo de suas vidas. Outras, entretanto, são apaixonadas por esse esporte radical, que traz grandes vantagens e testa todos aqueles que se atrevem a experimentá-lo. Descubra tudo sobre praticar paraquedismo a seguir!

Alguma vez você já se perguntou como é se lançar a milhares de metros de altura, como se estivesse voando? Praticar paraquedismo permite que você sinta essa sensação.

Para muitos pode até soar como algo impensável. Apenas uma daquelas coisas que são feitas – se é que são feitas – em determinados momentos da vida e apenas para cumprir o desejo de adrenalina. Mas há também aqueles que tornaram desse esporte um hábito.

A seguir, vamos nos aprofundar nos encantos e nos possíveis riscos dessa atividade. O que é necessário para provar essa atividade? Ele é contraindicado para certos indivíduos? Descubra mais a seguir.

Homem saltando do avião fazendo paraquedismo

Benefícios do paraquedismo

Além dos riscos envolvidos em qualquer atividade extrema, o paraquedismo também oferece grandes benefícios para aqueles que o praticam. Alguns deles são:

  1. Gera a adrenalina

Situações perigosas – controladas e tomando as medidas de segurança, é claro – fazem com que o corpo libere adrenalina. Trata-se de um hormônio que serve para colocar o nosso corpo em alerta, pronto para reagir a qualquer ameaça.

O efeito biológico que se dá é a contração dos vasos sanguíneos, exceto nos músculos esqueléticos, a dilatação das vias respiratórias e o aumento da frequência cardíaca; tudo para potencializar uma resposta imediata.

Além disso, o nosso cérebro torna-se mais ativo e seus sentidos são intensificados. O corpo é colocado em um estado de total atenção a estímulos externos que causam essa sensação de perigo.

Tudo isso faz com que o corpo conheça os seus limites e explorem novas facetas, as quais talvez nunca tinham tido acesso. Essa mudança no metabolismo usual é extremamente produtiva. Já que depois de uma atividade extrema, você se sentirá enérgico e extremamente relaxado.

  1. Melhora a performance física

Devido às ações metabólicas mencionadas acima, o corpo adquire capacidades que podem ser novas, ou que são, no mínimo, pouco habituais. Nesses momentos, as suas reações e reflexos são muito mais rápidas, bem como a sua força, que também vai alcançar níveis incomuns.

Da mesma forma, praticar paraquedismo multiplica a resistência e a velocidade. Já reparou como em situações de perigo conseguimos correr mais rápido do que nunca? Esse é o efeito da adrenalina no corpo: desperta todo o nosso potencial.

Casal praticando paraquedismo

  1. Fortalece os músculos

Assim como muitas outras atividades físicas, o paraquedismo requer esforço físico para sua prática. Durante a queda, teremos de contrair os músculos do core para obter estabilidade e controle. Além disso, os braços devem estar firmes para segurar o paraquedas.

No momento do pouso, uma boa força nas pernas será necessária para controlar o salto. É claro que todo esse desgaste gera os mesmos benefícios que esportes convencionais: calorias são queimadas, libera endorfinas e melhora a resistência total da musculatura.

  1. Superação

Existem poucas pessoas que gostam de pular estando a mais de três mil metros de altura apenas por prazer. Mas é disso que se trata o paraquedismo: você tem que abrir sua mente, conhecer os seus limites e olhar a vida de outra perspectiva. Existe uma forma mais radical de sair da zona de conforto? Após fazer isso, você vai se sentir confiante, quase invencível.

Medidas de segurança para praticar paraquedismo

Logicamente, praticar paraquedismo não se trata apenas de subir em um avião, colocar o paraquedas e se jogar. É importante e são exigidas determinadas condições para poder viver essa experiência e não correr riscos ao fazê-lo.

Em geral, as instituições que oferecem esse tipo de entretenimento – tanto para iniciantes quanto para os mais avançados – oferecem o equipamento adequado para isso. Eles devem estar em boas condições e contar com as medidas preventivas obrigatórias.

Além disso, os instrutores treinados geralmente acompanham as pessoas ou os grupos em cada salto. A sua função é verificar se tudo está no lugar antes do salto, bem como dar as coordenadas sobre quando abrir o paraquedas e em que momento preparar a aterrissagem, entre outras coisas. Nas descidas em salto, além disso, eles são encarregados de manipular o paraquedas.

Contraindicações de praticar paraquedismo

Por ser uma atividade que leva o organismo ao seu limite, saltar de paraquedas não é recomendado para aqueles que possuem problemas cardíacos ou respiratórios. No general, todos aqueles que sofrem de alguma doença crônica são proibidos de realizar esse esporte.

Além disso, e com toda a lógica, as pessoas que estão sob os efeitos de algum medicamento ou que ingeriram substâncias tóxicas – como álcool ou drogas – não tem a permissão de saltar de paraquedas.

Antes do começo da sessão, todas essas informações terão que ser fornecidas ao instrutor, que será o encarregado de avaliar quem está apto e quem não pode saltar de paraquedas.

Se você quiser experimentar sensações novas e extremas, não pense duas vezes: saltar de paraquedas é uma ótima opção. Muitos dos que já tentaram dizem que se sentem renovados depois do salto e, na verdade, voltam a saltar várias vezes. Sem dúvida, trata-se de uma opção que deve estar na nossa lista de coisas para fazer antes de morrer.