Quais músculos usamos quando chutamos uma bola?

18 de abril de 2019
É um dos gestos mais naturais toda vez que jogamos futebol: vamos ver quais músculos influenciam ao chutar uma bola.

No futebol, os jogadores que têm um bom chute tendem a se destacar pois isso ajuda a marcar gols de longas distâncias e executar passes longos sem dificuldade. Se você quiser imitá-los, certamente você deve saber quais músculos que usamos quando chutamos uma bola. Aqui vamos te contar.

Um chute poderoso é um traço que pode distinguir um jogador de modo que sempre será lembrado por isso. Roberto Carlos, Siniša Mihajlović e Dejan Stanković são exemplos claros de pontapés de jogadores que fizeram história no futebol.

Da mesma forma, também é uma característica marcante em outros esportes. Por exemplo, no futebol americano ou no rugby, no momento de chutar para longe, essa habilidade também é importante.

Muitos jogadores de futebol e  rugby amadores tentam copiar essa qualidade. Naturalmente, é uma vantagem considerável quando enfrentam outros jogadores do seu nível.

Jogador de futebol

Para isso, é necessário exercitar as pernas. Especificamente, é essencial saber quais músculos usamos quando chutamos uma bola. Neste artigo, daremos alguns detalhes sobre isso e também sugeriremos uma boa maneira de fortalecer sua “arma” para marcar gols ou fazer jogadas.

Que músculos usamos ao chutar uma bola?

O grupo muscular mais afetado no momento de chutar uma bola é o dos músculos da parte superior da perna; isso inclui os quadríceps, isquiotibiais e glúteos. No entanto, também é necessário exercer força com os músculos centrais (esse grupo é chamado de núcleo): o quadril, os músculos do pé e até mesmo o tronco e os ombros.

Como podemos ver, quase todo o corpo está envolvido. Isto porque, além da força específica para fazer contato com a bola, o impulso do próprio corpo também é usado para transmitir essa potência ao chute.

Quadríceps, isquiotibiais e glúteos

Eles são responsáveis ​​por flexionar e estender o joelho da perna com o qual você executa o chute. Além disso, esses movimentos também têm um efeito sobre os flexores do quadril, uma vez que estão ligados a ele através do fêmur.

O quadril é responsável por articular as ações de cada perna. Com a ajuda do glúteo, ele participa desde a extensão ao movimento de levar a perna para trás para tomar impulso.

Por outro lado, na perna de apoio, quadríceps e isquiotibiais fornecem a estabilidade necessária. Desta forma, o chute pode ser executado com a direção e potência desejadas.

Músculos do núcleo

Como os anteriores, estes são responsáveis ​​por fornecer estabilidade e também algum movimento no momento do chute.

Torso e ombros

Embora seja um trabalho principalmente na perna, é impossível chutar sem mover o peito e os ombros. Isso porque eles desempenham um papel fundamental na manutenção do equilíbrio e em não te deixar cair.

Além disso, na execução, os deltoides alinham os ombros com a bola; esta ação também acontece com fins de coordenação e de transmissão de força.

Tibial anterior e gêmeos

O músculo tibial anterior está localizado na parte lateral ou externa da tíbia. Se você perguntar sobre sua função ao falar sobre quais músculos usamos para chutar uma bola, a resposta é que ele ajuda a flexionar as articulações do tornozelo.

Quando um indivíduo chuta, o tornozelo dobra. Ao apontar os dedos para baixo, o que fazemos é uma flexão plantar; em vez disso, para direcioná-los para cima, fazemos uma flexão dorsal. Precisamente, o tibial anterior entra em ação na flexão dorsal. Para a flexão plantar, no entanto, o trabalho dos gêmeos e do sóleo é necessário.

Homem chutando ao gol

Dicas para chutar melhor

Agora que desenvolvemos aspectos básicos de quais músculos usamos quando chutamos uma bola, vamos passar um pouco para a prática. Vamos deixar algumas dicas para melhorar o seu chute que pode ser usado para o futebol e, algumas delas, também para outros esportes.

  • Coloque o pé de suporte um pouco para o lado da bola. O joelho dessa perna deve flexionar ligeiramente.
  • Se você procura dar mais potência ao chute, tente levantar a perna que fará o chute o máximo possível para ganhar impulso.
  • Mantenha o tornozelo do pé travado e firme para conseguir um tiro poderoso e estável.
  • Se você quiser que a bola não suba muito, incline seu corpo para frente ao chutar. Sua cabeça deve estar alinhada com a bola durante a execução.
  • Se, por outro lado, você estiver procurando altura, incline o tronco para trás. Assim, o tiro ganhará um curso angular para cima.
  • Tente chutar com a parte dos cordões, a menos que você tente dar um efeito curvo à trajetória do tiro.

Finalmente, você também pode considerar outros tipos de chutes que demandem mais técnica do que força. Exemplos são o chute de três dedos ou com o interior do pé.

No entanto, com um bom treino de pernas para ganhar poder e execução adequada, você irá melhorar essa habilidade. Saber quais músculos usamos ao chutar permitirá que você se concentre em seus movimentos e ganhe precisão ao executá-los.