Do que um esporte precisa para ser olímpico?

4 de julho de 2019
Para ser olímpico um esporte deve atender a diferentes requisitos indicados na Carta do Comitê Olímpico Internacional. Por exemplo, um deles é o de ser guiado pelo código mundial antidoping.

Talvez você se surpreenda com o fato de que modalidades tão populares quanto o Rugby não estejam presentes nos Jogos Olímpicos. Isso ocorre porque, para ter a honra de se tornar ‘olímpico’, um esporte precisa atender a certos requisitos. Descubra quais são eles no artigo a seguir.

Esporte não olímpico: modalidades que brilham pela sua ausência

Talvez você já tenha visto várias edições dos Jogos Olímpicos e se perguntado por que determinado esporte não apareceu nas competições.

Alguns casos são mais notáveis do que outros, devido à sua popularidade mundial ou à sua história. No entanto, de acordo com o Comitê Olímpico Internacional, eles não atendem aos requisitos para serem incluídos no evento máximo do esporte mundial.

Atualmente, os esportes que não têm a distinção de ‘olímpico’ são:

1. Automobilismo

Embora muitas pessoas ainda questionem e se perguntem se os esportes a motor realmente são esportes, a verdade é que os pilotos devem treinar muito, tanto fisicamente quanto mentalmente, para competir.

Em relação à sua participação nos Jogos, a única exceção foi na edição de 1900, quando houve corridas de automóveis e motocicletas de exibição. Para além desse caso específico, hoje em dia o motociclismo também não é um esporte olímpico.

2. Karatê

Ele estará presente nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, mas isso só acontecerá nessa ocasião. Para os próximos Jogos, Paris 2024, ele não estará incluído na lista de esportes aceitos.

Sem dúvida, a ausência do karatê nas competições é bastante controversa, porque ela é a segunda arte marcial mais praticada do mundo. A primeira é o taekwondo e a terceira, o judô, e ambas são olímpicas.

karatê nos Jogos Olímpicos

3. Polo

O polo esteve em cinco edições dos Jogos Olímpicos (1900, 1908, 1920, 1924 e 1936), mas depois foi eliminado da competição. O mesmo não aconteceu com outros esportes equestres, tais como os saltos de hipismo ou o adestramento.

4. Beisebol

Outro esporte que foi olímpico por um curto período de tempo, mais precisamente entre Barcelona 1992 e Pequim 2008. As negociações continuam para o beisebol ser reinserido nos Jogos. Por enquanto, ele retornará em Tóquio 2020, embora não se saiba por quanto tempo.

5. Rugby, o mais notável esporte não olímpico

É um dos casos mais curiosos de esportes não olímpicos, já que na edição de Paris 1900 ele foi o que teve maior audiência. O Rugby também participou dos jogos de 1908, 1920 e 1924, mas desde então o seu retorno não foi aceito.

Outros esportes que não são olímpicos atualmente são: futebol americano, bilhar, patinação, surf, futsal, fronton, pelota basca, sumô, corridas de barco a motor, críquete e golfe.

Quais são os requisitos que um esporte deve cumprir para ser olímpico?

Ser praticado no país organizador não é o suficiente, nem ter milhares de fãs no mundo todo. Também não é suficiente arrecadar milhões ou ter atletas de todas as idades. Os requisitos do Comitê Olímpico Internacional para aprovar um esporte como Olímpico (ou levá-lo para revisão) são:

1. Ter o respaldo de uma federação internacional

Essa associação deve cumprir os regulamentos da Carta Olímpica e aplicar o Código Mundial Antidoping. A primeira tem 110 páginas, nas quais são definidas todas as regras para as modalidades, a organização dos jogos e os atletas.

O CMA estabelece regras sobre as substâncias proibidas, que os atletas não podem consumir antes, durante ou depois da competição.

2. Ser amplamente praticado

É claro que há um mínimo a ser cumprido pelo esporte que aspira a ser olímpico ou que pretende manter o seu status: 75 países em quatro continentes de presença esportiva masculina e 40 países em três continentes em termos de participação feminina.

Todos os esportes olímpicos devem ser aprovados por votação

3. Cumprir critérios específicos

O Comitê Olímpico Internacional obriga os esportes a cumprir certos códigos de ética, igualdade de gênero, financiamento, cobertura de informações, idade dos atletas e planos estratégicos.

4. Todo esporte olímpico deve ser aprovado por votação

Um esporte pode se apresentar como candidato a ser olímpico várias vezes até receber a aprovação. Para isso, o conselho executivo do COI deve votar com três anos de antecedência em relação aos próximos Jogos Olímpicos.

Isso significa que os esportes que não foram aprovados em 2017 não estarão presentes na edição de Tóquio 2020. Eles têm a possibilidade de serem eleitos até 2021 para participar em Paris 2024.

  • Jan C. Fransoo. The International World of Sports and the IFF.
  • International Olympic Committee. Factsheet. The Sports On The Olympic Programme. https://stillmed.olympic.org/Documents/Reports/EN/en_report_1135.pdf
  • The Olympic Museum. The Modern Olympic Games. https://stillmed.olympic.org/media/Document%20Library/OlympicOrg/Documents/Document-Set-Teachers-The-Main-Olympic-Topics/The-Modern-Olympic-Games.pdf