É possível aprender a nadar depois de adulto?

· 3 de agosto de 2018
Seja como um exercício, como uma capacidade de acessar certas oportunidades de trabalho ou simplesmente por diversão, saber nadar é praticamente uma necessidade básica hoje em dia.

Muitos adultos que não sabem nadar acreditam que o tempo de aprender já passou, mas … Veremos se a crença de que você não pode aprender a nadar depois de adulto é tão verdadeira assim.

Muitas vezes ouvimos pessoas resignadas dizerem a frase “Eu não sei nadar”.  Na maioria das vezes elas dizem isso estando bem cientes dos grandes benefícios que a natação gera em adultos e crianças. Por isso, um certo tom de resignação é percebido nelas, como se aquele navio – metáfora um pouco irônica – já tivesse zarpado. No entanto, isso é assim mesmo? É impossível aprender a nadar depois de adulto?

Embora seja verdade que a melhor idade para fazê-lo é durante a infância, quando as habilidades motoras estão se desenvolvendo e o cérebro está mais propenso a absorver novos conhecimentos, ninguém disse que isso não pode ser aprendido mais tarde.

Como aprender a nadar depois de adulto

Idosa em uma aula na piscina

Em primeiro lugar, é necessário perder a vergonha que muitas vezes sentimos por não sabem nadar. Na verdade, existem muitas pessoas que não se matriculam em aulas de natação para evitar esse momento embaraçoso.

Mas não deveria ser assim. Antes de tudo porque não é uma coisa ruim não saber nadar e há muitas pessoas que também não sabem; em segundo lugar, porque todos são bons em atividades diferentes. Já pensou em como esses tiradores de sarro se sentiriam se você os colocasse para fazer aquilo em que você se é bom? Você deve pensar nisso quando você se sentir desconfortável.

Depois, você deve dar um passo adiante e se matricular nas aulas. Depois de fazer isso, ou até antes, você deve considerar os quatro pontos que você deve obrigatoriamente cumprir:

  • Seja assíduo e cumpra seu objetivo de aprender a nadar.
  • Respeite os dias e horários de treinamento sem dar desculpas.
  • Tenha força de vontade e aproveite o processo de aprendizado, com seus avanços e retrocessos. Socialize e crie vínculos cooperativos com os outros alunos e com o professor.
  • Deixe os medos de lado e a insegurança que a água pode provocar.

Assistindo a aulas de natação

Em primeiro lugar, você terá que aprender outros tipos de movimentos intermediários, como flutuar e controlar a respiração. Flutuar é possível para os humanos, já que a densidade do corpo é menor que a da água. No entanto, nem sempre é uma tarefa fácil.

Para aprender, siga os seguintes passos:

  1. Fique em uma parte rasa da piscina.
  2. Respire e segure a respiração.
  3. Incline o corpo para a frente até submergir metade da cabeça na água.
  4. Com um impulso, levante as pernas até que seu corpo esteja na posição horizontal.
  5. Mantenha as costas retas e empurre o abdômen para baixo.
  6. Relaxe e expire lentamente.

Este último ponto é essencial para poder flutuar. Em vez de usar a força para manter a flutuação – algo inútil – você deve relaxar e a água fará o trabalho por você.

Noções básicas de natação

Geralmente, nos primeiros dias após o condicionamento inicial, os instrutores tentam desenvolver as noções básicas da técnica nos iniciantes.  Isto é, acima de tudo, pegar uma prancha e praticar pernada e braçada.

Outra das atividades propostas pelo professor será a familiarização com o meio. Através de jogos, caminhadas na piscina —por sua parte menos profunda— e outras propostas, fará com que todos se sintam confortáveis ​​ao entrar na água e mergulhar. Por isso, mesmo se você considerar que já passou desta fase, deve respeitar para ajudar os outros.

Além disso, para se sentir mais seguro, você pode se colocar em uma das bordas da piscina ao invés de ficar no meio.

Idosos em uma aula de natação

Crawl, costas ou peito?

Uma vez que você tiver alcançado esses objetivos e após dominar estas habilidades, você pode começar a praticar a técnica mais simples, que é o crawl.  Com certeza você pensará que em duas ou três semanas vai sair nadando no estilo Michael Phelps ou algo do gênero. Infelizmente, isso não vai acontecer.

Provavelmente, à medida que você adquire o conhecimento básico, tomará coragem para continuar praticando sozinho. Recomenda-se, no entanto, sempre ter alguém por perto e, é claro, também um salva-vidas para prestar socorro em caso de emergência. Ninguém está completamente imune de sofrer cãibras e precisar de ajuda.

Ainda que talvez não seja necessário lembrar, mas de modo algum você deve entrar em águas profundas onde não consegue tocar o fundo. Além disso, não vá à praia para nadar sozinho sob nenhuma circunstância. Você é um novato: não subestime os perigos do mar aberto ou piscinas profundas.

Finalmente, como em muitas outras atividades da vida, é importante estabelecer metas realistas. Caso contrário, apenas nos decepcionaremos e frustraremos nossa vontade de aprender a nadar depois de adulto. Apenas relaxe e enfrente esse extraordinário desafio pessoal de aprender a nadar depois de adulto!