Água de aveia para emagrecer: funciona mesmo?

15 de dezembro de 2019
Você já ouviu falar sobre as supostas propriedades da água de aveia para emagrecer? Vamos te contar se esse efeito é verdadeiro ou não.

A água de aveia é obtida ao bater dois litros de água com aveia. É possível adicionar algum aromatizante, como a canela em pau, por exemplo. Essa bebida faz parte de muitas dietas de emagrecimento por causa de um suposto poder de saciedade e pelas suas propriedades para modular o perfil lipídico.

Sabe-se que os compostos beta-glucanos da aveia têm propriedades benéficas para o organismo e poderiam até mesmo prevenir a ocorrência de doenças complexas.

No entanto, consumir aveia não é a mesma coisa do que beber água de aveia com frequência. O primeiro dos problemas que encontramos ao consumir essa bebida é que, muitas vezes, ela é adoçada para melhorar o seu sabor.

Sem açúcar ou derivados, o sabor pode ser desagradável e, por isso, as receitas ​​sugerem a adição de uma colher de chá de mel. Nesse caso, a bebida se torna um produto açucarado que dispara os níveis de insulina e pode causar danos a médio prazo.

Isso porque a ingestão de açúcares simples desregula a glicemia e é equivalente ao consumo de um refrigerante açucarado.

Não existem alimentos que fazem emagrecer

Por mais que o marketing queira nos vender o contrário, não existem alimentos que produzam emagrecimento. Pode haver alguma substância, como a cafeína, por exemplo, que, em certas quantidades, estimule a lipólise, no entanto, nada oferece resultados milagrosos.

O emagrecimento é uma questão matemática que envolve comer menos calorias do que as que são gastas. Apesar disso, é verdade que podem ser usadas estratégias para comer menos e uma delas é o consumo de alimentos ou bebidas que possam saciar.

Por exemplo, beber um copo de água antes de cada refeição pode ter um efeito de saciedade suficientemente potente, de modo que não é necessária a adição de alguns flocos de aveia ao líquido.

Um punhado de floco de aveia

A aveia como alimento que sacia

A aveia, por ser rica em fibras, é um alimento com um grande efeito de saciedade. O seu consumo frequente no café da manhã pode contribuir para melhorar a saúde e para o controle da glicemia e do perfil lipídico.

No entanto, a quantidade de produto usada para preparar a água de aveia não é suficiente para se beneficiar dessas propriedades.

Tudo isso não significa que a água de aveia seja um produto ruim. Se não for adoçada, ela pode ser uma bebida interessante, se você gostar do seu sabor. No entanto, os seus benefícios não serão maiores do que beber um copo de água antes de cada refeição, principalmente no que se refere à saciedade.

Se você está procurando por uma bebida que traga benefícios à sua saúde, a melhor opção é preparar uma bebida com um alto teor de antioxidantes. Isso pode ser conseguido, por exemplo, por meio de uma bebida que contenha frutas vermelhas sem açúcar. Até mesmo a água de coco pode ser uma opção interessante.

Outros alimentos que saciam

Na verdade, todos os alimentos ricos em fibras têm um efeito de saciedade interessante. Ao contrário dos alimentos açucarados que produzem um pico de insulina e uma subsequente hipoglicemia reativa, os alimentos com fibras e os carboidratos complexos reduzem o apetite e mantêm os níveis de glicose estáveis.

Por isso é tão importante que o consumo de fibras na dieta exceda a quantidade mínima recomendada. Além disso, esta substância tem a capacidade de estimular a flora bacteriana do cólon e ajudar a prevenir certas doenças complexas, como o diabetes, por exemplo.

Água de aveia para emagrecer

No entanto, para obter benefícios através do consumo de fibras, a quantidade ingerida deve ser maior do que a encontrada em um ou dois litros de água de aveia. Uma ideia melhor seria, por exemplo, consumir um mingau de aveia no café da manhã.

Conclusão sobre a água de aveia

Conforme já esclarecemos, não existem alimentos cuja ingestão produza o emagrecimento. A água de aveia não é exceção e, embora possa ter um certo efeito de saciedade, ele não é potente o suficiente para que o consumo habitual da bebida seja recomendado.

É importante não se deixar levar pelo marketing e entender que o emagrecimento é o resultado de uma operação matemática. Essa operação é regida pelas invariáveis leis da termodinâmica que afirmam que é necessário ingerir menos calorias do que as que são gastas para produzir o emagrecimento.

  • Schuster J., Benincá G., Vitorazzi R., Morelo dal Bosco S., Effects of oats on lipid profile, insulin resistance and weight loss. Nutr Hosp, 2015. 32 (5): 2111-6.
  • Rebello C., Greenway FL., Dhurandhar NV., Functional foods to promote weight loss and satiety. Curr Opin Clin Nutr Metab Care, 2014. 17 (6): 596-604.