Mitos sobre o vegetarianismo e veganismo

29 de maio de 2019
Dê uma olhada em todos os mitos vegetarianos e veganos que vamos mostrar neste artigo. Com certeza você já deve ter ouvido e acreditado em muitos deles.

Se você está seguindo uma dieta sem carne ou produtos de origem animal, você provavelmente está cansado de todas as falsas crenças que rodeiam esse estilo de vida. Neste artigo, vamos rever os mais repetidos mitos sobre o vegetarianismo e o veganismo.

Provavelmente já te perguntaram mais de uma vez por que você não come alimentos de origem animal. Você também já deve ter ouvido que a sua saúde irá certamente sofrer. Acima de tudo, você já deve ter ouvido muitas vezes que precisa tomar muitos suplementos.

O objetivo do texto a seguir é fornecer informações de qualidade e acabar com esses mitos, que só criam confusão sobre esse estilo de alimentação.

5 mitos sobre o vegetarianismo e o veganismo

1. Os atletas veganos não conseguem ter um desempenho de alto nível

É comum questionar o desempenho esportivo de atletas veganos. Muitas pessoas acreditam que não importa o quanto eles treinem ou cuidem de sua dieta, nunca serão capazes de alcançar os mesmos resultados das pessoas que consomem alimentos de origem animal.

Isso é completamente falso. Não comer alimentos de origem animal não tem qualquer impacto no desempenho esportivo de uma pessoa. A ingestão de proteínas pode vir de alimentos como legumes, nozes ou arroz.

Se continuarem a questionar essa informação, mostre os vários exemplos que negam este mito generalizado. Carl Lewis, Venus Williams, Lewis Hamilton e Novak Djokovic são apenas alguns dos atletas que conseguiram chegar ao topo sendo veganos.

2. Mitos sobre o vegetarianismo e veganismo: anemia

Não dá para saber por que razão este mito está tão difundido, dada a falta de base científica ou de argumentos razoáveis para apoiá-lo.

A verdade é que se trata de uma afirmação que você provavelmente já ouviu em mais de uma ocasião. Entretanto, é muito provavelmente fruto da crença de que os vegetarianos ou veganos sofrem com deficiências de nutrientes.

Mitos sobre o vegetarianismo e o veganismo: anemia.

Na realidade, a anemia e a alimentação vegana ou vegetariana não têm por que estarem relacionadas. De fato, a maioria dos alimentos que contêm ferro são de origem vegetal.

Algumas desses alimentos são leguminosas, vegetais folhosos ou nozes. Todos esses alimentos podem ser consumidos por veganos e vegetarianos. Portanto, quem segue essas dietas dificilmente terá deficiência deste nutriente.

3. Os veganos e vegetarianos são mais saudáveis

Há tanto quem acredite que os vegetarianos e os veganos carecem de nutrientes como quem acredite que eles são mais saudáveis. Basta olhar para a proliferação da recomendação dessas dietas para perda de peso ou para quem quer apenas um estilo de vida mais saudável.

É impressionante como um plano alimentar ético e baseado em princípios acaba por ser, para muitas pessoas, apenas uma forma de perder peso.

Você não precisa associar veganismo ou vegetarianismo com uma vida saudável. Esse é apenas mais um dos mitos sobre o vegetarianismo e o veganismo.

Há muitos alimentos pouco saudáveis que podem fazer parte dessas dietas. Álcool ou tabaco são apenas alguns exemplos. Além disso, não há razão para acreditar que, ao comer um bife, uma pessoa não está levando uma vida saudável.

4. Mitos sobre o vegetarianismo e veganismo: falta de proteínas

De fato, este tipo de alimentação restringe todos os tipos de alimentos provenientes de animais. Portanto, a carne e o peixe, que são as principais fontes de proteína para muitas pessoas, acabam excluídos da dieta.

Em primeiro lugar, quando pensamos em proteínas, a primeira coisa que nos vem à cabeça é um pedaço de carne. Entretanto, a proteína pode realmente ser encontrada em muitos outros alimentos, tais como legumes, nozes ou arroz.

Cereais veganos.

Portanto, os veganos ou vegetarianos não sofrerão necessariamente algum tipo de falta de proteínas. Na verdades, eles só as obtêm de alimentos vegetais.

5. Dietas veganas prejudicam o sistema ósseo

Outra característica das dietas veganas é a ausência de laticínios. Portanto, os adeptos não bebem leite ou seus derivados, por isso muitos tendem a pensar que eles não ingerem cálcio. Como você pode imaginar, este é outro dos mitos sobre o vegetarianismo e o veganismo.

Devido à falta de leite, muitos podem pensar que o sistema ósseo irá enfraquecer ao longo do tempo. Dessa forma, haveria maior probabilidade de sofrer fraturas ou doenças como a osteoporose. No entanto, brócolis, tofu ou grão-de-bico são exemplos de como ingerir cálcio e ser vegano são coisas totalmente compatíveis.

Em suma, estes são os principais mitos sobre o vegetarianismo e o veganismo. Esperamos ter desmistificado alguns pontos neste artigo. Se você segue essas dietas, não se preocupe, nada do que normalmente se ouve é verdade!