Alimentos derivados de peixe são saudáveis?

11 de abril de 2019
Os derivados de peixe são muito consumidos em nosso país, principalmente entre as crianças e até mesmo por quem está de dieta.

O peixe é uma fonte de proteínas e gorduras saudáveis essenciais para o bom funcionamento do nosso corpo, por isso é aconselhável consumi-lo frequentemente. Os alimentos derivados de peixes estão cada vez mais ganhando espaço, mas eles são saudáveis?

Qual é a porcentagem de peixe nesses alimentos?

Se somos pais, temos que estar cientes de que servir para nossos filhos uma porção de palitos de peixe ou um produto similar não é igual a uma porção de peixe. Isso ocorre porque os derivados de peixe contêm apenas uma porcentagem desse produto.

Um exemplo são os palitos de peixe, nos quais apenas 35% são de merluza, enquanto o restante consiste principalmente de gorduras, amidos e sal. O mesmo vale para outros alimentos, como por exemplo o kani-kama ou as gulas (simil enguias).

Qual é a porcentagem de peixe nesses alimentos?

Praticamente nenhum deles excede 50% de quantidade de peixe. Portanto, deve ficar claro que o consumo desses alimentos não equivale ao de uma porção de peixe e, além disso, também estamos ingerindo outros alimentos pouco saudáveis.

Devo parar de consumi-los?

Quando consumimos esses alimentos, devemos estar cientes de que não estamos consumindo apenas peixe. De fato, a quantidade de peixe geralmente é apenas uma pequena porcentagem.

Estas preparações são feitas adicionando quantidades consideráveis de sal, açúcar, óleos e amidos. É por isso que a maioria deles se torna alimentos pouco saudáveis.

Consumir esporadicamente esses produtos não afeta nosso corpo. Por outro lado, se você consumi-los regularmente, será melhor trocá-los por peixe fresco ou congelado, mas sempre sem processamento.

Isto deve-se ao fato de que, como já comentamos anteriormente, quando comemos peixe processado ingerimos ingredientes pouco saudáveis e que, em sua maioria, contribuem para o acúmulo de gordura e, por consequência, para o ganho de peso.

Quais são os alimentos derivados de peixe que mais consumimos?

Se você verificar sua dieta, certamente você consumiu alimentos derivados de peixe no último mês. Isso ocorre porque seu consumo é muito frequente. Além disso, eles também são produtos que são comprados já cozidos ou que exigem muito pouca preparação, de modo que o preparo é muito rápido.

Assim como dissemos antes, você não deve ficar alarmado se consome esses produtos apenas de vez em quando. Se, pelo contrário, você faz isso de maneira habitual, te encorajamos a verificar os ingredientes na tabela nutricional.

Quais são os derivados de peixe que mais consumimos?

A seguir, listamos os produtos derivados de peixe mais consumidos em nosso país:

  • Gulas (simil enguias). Ao contrário do que muitos pensam, as gulas não são um peixe natural. Elas são um dos principais derivados de peixe. Elas são feitas de surimi, água, farinha, pão ralado, óleo e sal.
  • Kani-kama. Ao contrário do que acreditamos, ele não tem nada a ver com o caranguejo. É feito da carne de diferentes peixes que não teriam saída no mercado se vendidos frescos; são espécies que não têm demanda. A carne de peixe é desidratada e depois misturada com outros ingredientes, como por exemplo sais, proteína de soja ou amidos para obter assim uma textura mais agradável.
  • Cubos de caldo de peixe. O seu conteúdo de peixe é muito baixo, por isso será sempre mais saudável preparar um caldo de peixe caseiro. Os cubos de caldo de peixe têm um alto teor de sal e gordura.
  • Nuggets de peixe. São preparados a partir de surimi que, para que tenha uma textura mais palatável, é misturado com outros ingredientes. Além disso, o nugget tem o adicional de ser empanado, que o torna um alimento pouco saudável.
  • Palitos de peixe. Em todas as embalagens de palitos de peixe, o fabricante indica que eles são elaborados com merluza. Isso é apenas parcialmente verdadeiro: esse peixe compõe apenas uma pequena porcentagem do total do produto. O restante é, principalmente, farinha, óleo e gorduras.