Exercícios que podem ser realizados na água

3 de março de 2019
Com a chegada do calor todos nós queremos nos refrescar, por isso os exercícios na água são uma opção ideal para não parar de treinar e também aproveitar os benefícios extras que o esporte na água pode nos trazer.

A água é o local ideal para praticar esportes por vários motivos. Certamente você já ouviu falar da hidroginástica, embora muitos acreditem que este esporte não gere resultados. Você quer saber alguns exercícios que podem ser realizados na água e que te ajudarão a estar em forma? Continue lendo!

Por que exercícios na água são benéficos

Quando estamos dentro da água é como se fôssemos uma pena e não pesássemos nada. Precisamente esta é a razão pela qual muitos acreditam que o esporte na água não traz bons resultados, mas estão errados, eles podem nos trazer muitos benefícios. Confira quais são.

  • Queima calorias. Embora nosso corpo não pese, mover-se na água requer um esforço a mais do que se estivéssemos em terra firme. A pressão da água na piscina, ou as correntes na praia, criam uma resistência em nossos movimentos que devemos superar com movimentos mais intensos, o que gera um gasto extra de calorias.
  • Tonifica. A mesma razão antes mencionada é a que tonifica nosso corpo. Realizar movimentos que nos permitem vencer a resistência da água nos ajuda a fortalecer os músculos. Digamos que seria como levantar pesos sem pesos.
Pessoas fazendo hidroginástica na piscina

  • As articulações não sofrem. A água atua como um amortecedor, por isso as articulações sofrem menos. Esta é uma maneira ideal de praticar esportes e manter-se em forma para aqueles que tenham sofrido algum tipo de lesão.
  • É bom para o coração. Quando estamos na água, o corpo relaxa e nosso coração não sente a necessidade de bater mais forte. Assim, pode-se realizar esforços com o exercício sem risco de taquicardia.
  • Você obtém vitamina D. Se a piscina em que você pratica exercício está ao ar livre, você obtém essa vitamina essencial diretamente da luz solar.
  • Sua idade não importa. Este tipo de exercício é ideal para todas as idades, por não haver riscos. É a maneira ideal para iniciar as crianças no mundo fitness, assim como para que os idosos se mantenham em forma.

Tendo visto esses resultados, talvez você já queira inscrever-se em esportes aquáticos. Falamos sobre alguns exercícios que podem ser realizados na água para que você consiga o corpo ideal que está procurando.

Exercícios que podem ser realizados na água

Estar dentro de uma piscina é como estar em uma academia, há muitas opções para treinar! Entendemos que, se você nunca tentou, a imaginação não ajudará muito por enquanto, mas vamos ajudá-lo nisso. Estes são alguns exercícios eficazes que podem ser realizados na água:

  • Sprint. Você pode fazê-lo em movimento ou parado no mesmo lugar. O importante é que, durante trinta segundos, você eleve os joelhos até o peito o mais alto que puder e quantas vezes puder.
Corrida na água

  • Flexões. De dentro da piscina, coloque as mãos na borda e tente levantar todo o seu corpo até que ele saia da água pela metade. Suba e desça entre doze e quinze vezes. Você irá trabalhar tríceps, peito, abdômen e ombros.
  • Saltos. Pule levantando os dois joelhos no peito ao mesmo tempo. Se você acha que perde o equilíbrio, use seus braços para se equilibrar. Você também pode pular de um lado para o outro com as pernas juntas. Ambos os exercícios trabalham pernas, glúteos e abdominais.
  • Passadas. Se é difícil para você dar passadas na academia, tente debaixo d’água! Não dizemos isso para desanimá-lo, longe disso, mas para que você saiba que pode obter resultados ainda melhores.
  • Agachamentos. O mesmo se aplica para os agachamentos; embora sejam um pouco mais difíceis, fazê-los na água proporciona resultados melhores e mais visíveis.

Você se anima a tentar estes exercícios que podem ser realizados na água? Você verá que maneira divertida e saudável de entrar em forma e obter o corpo e a saúde ideais que você está procurando.

Kruel, L. F. M. (2000). Alterações fisiológicas e biomecânicas em indivíduos praticando exercícios de hidroginástica dentro e fora d’água.