Envelhecimento ativo: o que é e como ser um idoso saudável

· 8 de agosto de 2018
O objetivo do envelhecimento ativo é que os idosos continuem sendo protagonistas fundamentais de nossa sociedade, tanto para benefício pessoal quanto para o bem da sociedade como um todo.

Envelhecimento ativo é um conceito definido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como o processo de otimizar as oportunidades de saúde, participação na sociedade e segurança do idoso com o fim de melhorar a qualidade de vida à medida que as pessoas envelhecem.

O envelhecimento ativo aplica-se tanto a indivíduos quanto a grupos populacionais. Ele permite que as pessoas alcancem seu maior potencial de bem-estar físico, social e mental ao longo de seu ciclo de vida e participem da sociedade de acordo com suas necessidades, desejos e habilidades, proporcionando proteção, segurança e cuidados adequados quando precisam de assistência.

Os quatro pilares do envelhecimento ativo

  • Saúde (física e mental): uma boa saúde ajuda você a se sentir melhor e mais ativo.
  • Participação na sociedade: as instituições e os diferentes governos devem trabalhar para manter a autonomia, o bem-estar e a saúde dos nossos idosos.
  • Segurança: ter confiança em si mesmo fará com que você atinja o que propõe.
  • Aprendizagem ao longo da vida: não deixar de aprender nunca, há sempre coisas novas para aprender.
Idosos fazendo exercícios físicos

Como ter um envelhecimento ativo

  • Hábitos de vida saudáveis: depois dos 50 anos devemos começar a criar e seguir certos hábitos saudáveis ​​para mantê-los para o resto da nossa vida. Se, por exemplo, criamos o hábito de caminhar por 1 hora todos os dias, é difícil que depois dos anos paremos de praticar essa atividade.
  • Faça exercício: é aconselhável praticar exercícios todos os dias, seja andando ou fazendo uma atividade de acordo com nosso estado de saúde e idade. O importante é manter uma vida dinâmica e permanecer ativo.
  • Ter uma dieta adequada: é aconselhável, dependendo da época do ano e das necessidades pessoais, que a dieta seja saudável e equilibrada, para que ela nos forneça todos os nutrientes de que precisamos. Nunca pare de comer frutas e legumes e evite alimentos ricos em gorduras e açúcares. Além disso, beba água com freqüência, cerca de dois litros por dia.
Idosa fazendo exercícios de hidroginástica

  • Permanecer em contato com a natureza: especialmente quando o tempo está bom, a natureza traz benefícios importantes para o nosso corpo. Uma viagem ao campo ou um simples passeio ao longo de um rio nos fará desfrutar do contato com a natureza. Se você também tem animais de estimação, isso fará com que você se sinta melhor, já que eles nos dão amor incondicional.
  • Cuidar muito da saúde: cada pessoa necessita de diferentes hábitos de saúde e é muito importante ter um controle adequado de como estamos. Visitar o médico, tomar os medicamentos necessários, evitar o uso de tabaco ou álcool … esses são hábitos essenciais para o envelhecimento ativo.
  • Mantenha boas relações sociais e familiares: ter companhia ajuda as pessoas. As relações pessoais são muito importantes na velhice. Tanto as relações mantidas com amigos, vizinhos ou pessoas próximas, como aquelas estabelecidas dentro da própria família são determinantes para o bem-estar pessoal.
Idosos e adultos em uma aula na academia

  • Desenvolver uma ocupação: além de ter lazer, exercícios, uma boa conversa … uma pessoa mais velha deve ficar ocupada na medida em que sua saúde a permita. Participe de atividades, participe de um workshop, desenvolva uma habilidade em casa… qualquer ocupação é benéfica para ter um envelhecimento ativo.

Em resumo, é importante que, à medida que as pessoas avançam em idade, sigam hábitos saudáveis. Se seguirmos os conselhos descritos acima, alcançaremos o envelhecimento com qualidade de vida, algo que não é nada fácil.