3 dicas para montar um programa de cardio

5 de dezembro de 2019
Se você quiser montar um programa de cardio, saiba como se planejar da melhor maneira. Aqui estão algumas sugestões para que você possa fazer isso sem problemas.

Muitas pessoas decidem iniciar atividades cardiovasculares com o objetivo de perder peso e melhorar sua condição física. No entanto, nem todos os atletas seguem um plano adequado. Por esse motivo, preparamos um artigo com algumas dicas para montar um programa de cardio. Tome nota!

Felizmente, trabalhar o sistema cardiovascular é mais fácil do que trabalhar os músculos através de exercícios de força, por exemplo. E, como você sabe, um programa de treinamento para perda de peso é claramente diferenciado por seu conteúdo e estrutura.

De qualquer forma, o cardio é ideal para promover a perda de gordura e a manutenção do corpo. Além disso, não se esqueça que fazê-lo é positivo não só para perder peso, mas também para melhorar a qualidade de vida em geral. Isso fará você se sentir mais saudável, melhorará seu humor e lhe dará mais vitalidade!

As melhores dicas para montar um programa de cardio

Fazer cardio tem benefícios claros e diretos para a vida cotidiana. No entanto, muitas pessoas não sabem o que torna um cardio eficaz para queimar gordura e melhorar a forma física. A seguir, vamos propor as melhores dicas para montar um programa de cardio da maneira correta.

1. Escolha os melhores exercícios ou esportes para você

A primeira das dicas para configurar um programa de cardio é escolher o tipo de atividade que você gosta. Isso significa que você deve se sentir confortável com o exercício que está realizando para obter a motivação extra da qual todo atleta precisa.

As melhores dicas para montar um programa de cardio

Obviamente, se você não escolher atividades com as quais se sinta confortável, será muito difícil obter a determinação e o entusiasmo que você precisa para evoluir.

2. Quanto tempo você tem para se dedicar ao seu programa de cardio?

Depois de escolher a atividade que você fará, você deve saber que o tempo disponível para cada sessão de treinamento tem uma grande influência na composição do programa.

Portanto, se você tiver apenas de 20 a 30 minutos para fazer um treino rápido, pode ser necessário optar por uma rotina intervalada intensiva ou um ciclo de força eficaz sem pausas longas.

Pelo contrário, se você tiver mais disponibilidade, poderá integrar ao seu programa de treinamento alguma resistência trabalhando com sessões mais longas. Isso permite que você se concentre melhor nas três fases do treinamento de aquecimento, esforço e recuperação.

Seja qual for o seu caso, você deve levar em consideração a sua disponibilidade de treinamento ao preparar seu plano de trabalho.

3. Você consegue manter a regularidade e a motivação?

A última dica para montar um programa de cardio é manter a regularidade e a motivação nos treinos. Isso significa que não adianta realizar um programa de treinamento espetacular se você não estiver comprometido o suficiente com os seus objetivos.

Para manter a regularidade, é menos importante o que você faz, quanto tempo faz ou quanto trabalha. Acredite ou não, a maioria das pessoas é mais bem-sucedida quando para de se concentrar na perda de peso e se concentra mais em como começar a se exercitar e se manter comprometido.

Você consegue manter a regularidade e a motivação?

Nesse sentido, para obter resultados, é necessário introduzir pelo menos duas sessões de uma hora e meia por semana, com um dia de recuperação entre cada uma.

Quando possível, você pode até adicionar uma terceira sessão, sempre espaçada das outras por pelo menos um dia, para promover a recuperação muscular e evitar o risco de sofrer algum tipo de lesão.

Como você viu, as dicas acima podem ajudá-lo a montar um programa de cardio ideal para as suas necessidades. Além disso, lembre-se de que a nutrição também é particularmente importante para promover a perda de peso.

Você deve comer bastante proteína, carboidratos em quantidades razoáveis, fibras e, é claro, gorduras saudáveis.

Por fim, não esqueça também que fazer um aquecimento dinâmico aumentará a sua mobilidade, diminuirá a possibilidade de lesões e preparará os sistemas do seu corpo para a tarefa em questão. Aproveite estas dicas e alcance os seus objetivos!

  • Cordero, A., Masiá, M. D., & Galve, E. (2014). Ejercicio físico y salud. Revista Española de Cardiología, 67(9), 748–753. https://doi.org/10.1016/j.recesp.2014.04.007
  • Kahleova, H., Levin, S., & Barnard, N. (2017, August 9). Cardio-metabolic benefits of plant-based diets. Nutrients. MDPI AG. https://doi.org/10.3390/nu9080848