Você se sente inchada depois de comer?

· 2 de janeiro de 2019
É uma sensação incômoda que condiciona nossos planos e bem-estar diários, e apesar de estarmos acostumados a nos sentirmos inchados depois de comer, não é um desconforto natural e tem remédio.

Há muitas pessoas que já se acostumaram, como algo normal, a sentir a barriga inchada depois de comer. Quando, na realidade, não há nada de natural nisso. Se esse episódio se repete sempre é sinal de que algo não está bem.

As causas da distensão abdominal pode ser de origem fisiológica, embora um número significativo de casos seja devido a maus hábitos alimentares. Desde a baixa qualidade dos alimentos ingeridos, até a falta de rotinas saudáveis ​​quando se trata de programar nossa dieta.

Motivos para ficar inchada depois de comer

Excesso de velocidade

Para comer, é vital ter o tempo necessário. As dificuldades e consequências relacionadas com tomar café da manhã, almoçar ou jantar rapidamente são muito variadas.

Mulher comendo um prato de macarrão

Se comermos rapidamente, a comida chega ao estômago sem ter sido mastigada o suficiente. Isso evita que as enzimas salivares façam sua parte da digestão; então ela se tornará muito mais pesada, o que causará gases e uma consequente distensão do abdômen.

Ao engolir muito rápido, a quantidade de ar que entra no sistema digestivo é maior. É uma prática que inevitavelmente acabará inflando a barriga e gerando algum desconforto.

Para todos os itens acima, devemos acrescentar que comer fazendo outras coisas e com pressa é equivalente a comer mais. Isso ocorre porque o estômago leva pelo menos 20 minutos para enviar ao cérebro o sinal de saciedade.

Este atraso no sinal torna muito provável que, quando a ordem ‘não precisa mais’ seja recebida, a capacidade do estômago já tenha sido excedida. Então, para poder “abrir espaço” para comida extra, a parede abdominal deve ser ampliada.

As bebidas gasosas

Basta aplicar a lógica. Este tipo de bebida contém gases que são liberados do líquido e que chegam ao estômago. O dióxido de carbono acaba se acumulando em outros alimentos, o que tornará a digestão mais pesada e fará com que a barriga infle.

Um copo de coca cola com gelo

Esses episódios tendem a ser mais dramáticos quando as bebidas desse tipo são combinadas com as refeições principais.

Mesmo assim, consumi-las fora do almoço ou jantar não seja uma garantia de que elas não causarão desconforto no estômago. Antes de comer acompanhado de um refrigerante ou uma cerveja, lembre que um copo de água ou um copo de vinho será sempre melhor.

Comer fibra

Na vida tudo é equilíbrio e, ao fazer o cardápio diário, essa premissa é primordial. Embora a falta de fibra seja um dos fatores desencadeantes da constipação (uma condição frequentemente acompanhada por uma barriga inchada), o excesso também pode ser contraproducente.

Esse tipo de problema geralmente ocorre em pessoas que buscam mudar radicalmente seus hábitos alimentares. O aumento da fibra entre os ingredientes das refeições deve ser feito gradualmente. Caso contrário, você corre o risco de acabar com irritação intestinal.

Intolerância a alguns alimentos

Entre os sintomas clássicos de intolerâncias alimentares está a barriga inchada depois de comer. Entre os elementos mais comuns que aparecem na lista das causas desta situação, estão o glúten, a lactose e a frutose. Frutos do mar e peles de algumas frutas também podem gerar reações adversas.

Mulher tomando copo de leite

Embora essas alergias quando manifestadas apenas por distensão intestinal sejam consideradas leves, é sempre aconselhável identificar os ingredientes que nos fazem mal e abster-se de incluí-los no menu.

Frituras

Alimentos preparados em óleo abundante estão quase sempre entre os alimentos favoritos de muitas pessoas. Por exemplo, as batatas fritas são populares em todo o mundo. No entanto, ninguém fala sobre sua qualidade.

O problema específico entre as frituras e o abdômen inchado é que eles absorvem uma boa quantidade do óleo onde foram feitos e o integram em sua estrutura molecular. Isso, por sua vez, faz com que o tempo que o estômago requer para fazer a digestão se amplie ao ponto da comida fermentar dentro do trato digestivo.

Sem estresse

Além de selecionar corretamente os alimentos que são levados para a mesa, evitar cair na espiral negativa do estresse é uma das melhores orientações para não acabar com uma barriga inchada depois de comer.

Isso nos permitirá que as horas das refeições não se transformem em um ciclo sem controle e possamos mastigar e saborear adequadamente todos os ingredientes. Afinal, a boa digestão começa na boca.