Dor cervical: confira três dicas para tratá-la

25 de setembro de 2019
A dor cervical geralmente é causada por sobrecargas ou contraturas, normalmente associadas a passar muitas horas diante de um computador. Neste artigo, daremos várias dicas para aliviar e tratar essa dor.

Provavelmente todos nós já experimentamos essa situação desconfortável, seja trabalhando ou estudando, de ter uma sensação de peso e sobrecarga no pescoço ou na parte superior das costas. Embora a dor cervical possa ter diversas causas, o tratamento geralmente é bastante simples e comum a todas elas.

Neste artigo, vamos apresentar três dicas para tratar a dor cervical e, dessa forma, aliviar essa sensação tão desconfortável.

Dor cervical

Dor cervical é a dor que experimentamos na região do pescoço ou na parte superior das costas, mais precisamente nos músculos trapézios. Existem haja muitos fatores que podem causar essa dor, podemos destacar os seguintes:

  • Treinamento excessivo em diferentes modalidades esportivas. Levantamento de peso, lançamento de dardo ou martelo, halterofilismo ou CrossFit são esportes que têm em comum uma grande exigência sobre os deltoides, trapézios e rotadores.
  • Ficar sentado durante a maior parte do dia. É comum que pessoas que trabalham em escritórios e que passam muitas horas sentadas na mesma posição, acabem adotando uma má postura devido à fadiga muscular, sobrecarregando assim os seus trapézios.
  • Adotar uma má postura regularmente. Isso é comum em pessoas com cifose, escoliose ou outros distúrbios por trauma que afetam a coluna vertebral e que, se não forem corrigidos, causarão dor cervical regularmente.
  • Uma contratura muscular devido à tensão excessiva. É muito comum acordamos com dores no pescoço nas noites em que dormimos mal. Isso geralmente ocorre devido a movimentos bruscos que estendem um músculo além do que ele está habituado, causando assim uma contratura.
  • Podem existir causas nervosas, tais como os pinçamentos de nervos. Nesses casos, o melhor a fazer é consultar um médico para um exame completo.
tratamento para a dor cervical

Dicas para tratar a dor cervical

Embora a consulta com um profissional sempre seja o mais recomendável antes de agir por conta própria, a dor cervical geralmente é de fácil solução.

Na maioria dos casos, ela melhora sozinha e dura dois ou três dias. Para as dores mais rebeldes que não desaparecerem depois desse período, siga essas dicas para aliviá-las.

1. Terapia manual e alongamento

Para a maioria dos casos, a terapia manual é muito útil não só para aliviar a dor cervical: ela também pode nos ajudar a tratar a raiz do problema.

Nas dores cervicais de origem muscular, a maioria devido a sobrecargas ou contraturas de músculos como o trapézio, o esternocleidomastoideo ou o escaleno, a realização de automassagem ou alongamentos ajuda a eliminar as toxinas acumuladas na área da contratura.

Aconselhamos a encontrar a área de maior dor e então pressionar em um sentido perpendicular. Dessa forma, o fluxo sanguíneo na região vai aumentar, ajudando assim a reduzir a inflamação.

Se não soubermos fazer a automassagem ou se a dor não diminuir, a melhor opção é procurar um fisioterapeuta. Eles saberão perfeitamente como localizar e tratar a nossa dor cervical.

2. Termoterapia

A terapia a frio é indicada para as dores agudas e recentes. Uma vez que a dor se tornar crônica durante alguns dias, o melhor a fazer é aplicar calor na área sobrecarregada.

O calor, da mesma forma que a terapia manual, aumenta o fluxo sanguíneo e a eliminação dos metabólitos tóxicos acumulados. Por esse motivo, sempre são recomendados banhos de água quente para relaxar os músculos.

3. Cremes anti-inflamatórios

Os cremes anti-inflamatórios típicos, vendidos sem receita nas farmácias, que usamos para entorses ou sobrecargas musculares, serão muito úteis para o tratamento da dor cervical. A aplicação duas ou três vezes ao dia nos ajuda a reduzir a área da contratura da mesma maneira que explicamos nas seções anteriores.

Dor cervical

Tratamento definitivo da dor cervical muscular

As dicas que demos são úteis para que nós mesmos possamos tratar a nossa dor. Na maioria dos casos, isso será o suficiente, mas se sentirmos essa dor várias vezes ou se ela não passar, é melhor procurar um fisioterapeuta.

Esse profissional conhece as melhores técnicas de terapia manual para aliviar a dor e desfazer os nós que se formam nos músculos do pescoço.

Também é válido destacar uma técnica que os fisioterapeutas utilizam: a punção seca. Ela consiste em localizar o ponto de gatilho, geralmente a contratura ou o nó, e furá-lo com uma agulha muito fina, como as de acupuntura. Dessa maneira, o nó será desfeito e, quase instantaneamente, o músculo será capaz de relaxar.

  • Häkkinen, A., Salo, P., Tarvainen, U., Wirén, K., & Ylinen, J. (2007). Effect of manual therapy and stretching on neck muscle strength and mobility in chronic neck pain. Journal of Rehabilitation Medicine, 39(7), 575–579. https://doi.org/10.2340/16501977-0094
  • Kohan, E. J., & Wirth, G. A. (2014). Anatomy of the Neck. Clinics in Plastic Surgery, 41(1), 1–6. https://doi.org/10.1016/j.cps.2013.09.016
  • Madsen, B. K., Søgaard, K., Andersen, L. L., Skotte, J., Tornøe, B., & Jensen, R. H. (2018). Neck/shoulder function in tension-type headache patients and the effect of strength training. Journal of Pain Research, 11, 445–454. https://doi.org/10.2147/JPR.S146050
  • Neck pain: Overview. (2019). Retrieved from https://www.ncbi.nlm.nih.gov/books/NBK338120/