Fazer exercícios durante a quarentena reduz o estresse?

20 de maio de 2020
Durante a quarentena, buscamos formas de nos distrair e reduzir o estresse que a situação provoca. Fazer exercícios físicos pode ajudar com os dois problemas ao mesmo tempo.

Entre as buscas mais frequentes na internet nos últimos dias está a procura de soluções para reduzir o estresse produzido pela situação atual, na qual temos que ficar em casa e em isolamento. Há uma opção que reduz o estresse na quarentena que se destaca em relação às demais: fazer exercícios físicos.

Muitas pessoas estão tentando relaxar fazendo diversas receitas, aprendendo alguma coisa nova ou a tocar algum instrumento. No entanto, a melhor opção é se movimentar.

Desde que a recomendação de isolamento foi feita, a internet foi invadida uma grande quantidade de ideias para fazer exercícios em casa como se estivéssemos na academia.

Isso se dá não apenas porque o exercício físico pode ser uma forma de diversão e distração que ajuda a esquecer o que está acontecendo, mas também porque reduz o estresse e a ansiedade que estar fechado em lugares pequenos gera.

Já foi demonstrado que o exercício físico é eficaz para aumentar o bem-estar. As explicações para esse fenômeno envolvem o aspecto biológico, psicológico e também o social. Neste artigo, você poderá entender as razões pelas quais fazer exercícios durante a quarentena reduz o estresse.

Mudanças no corpo depois de fazer exercícios

Depois de realizar exercícios, acontecem mudanças em nosso corpo que afetam positivamente o humor. Algumas moléculas são liberadas no cérebro em maior quantidade, como os neurotransmissores dopamina, endorfina e serotonina.

Essas três moléculas geram sensações de bem-estar e relaxamento que podem durar várias horas mesmo após o término da atividade física.

Além disso, foi demonstrado que a atividade física mantém o aporte necessário de nutrientes para o cérebro e otimiza os processos cognitivos, como a atenção, a memória e a percepção. É por isso que, depois de fazer exercícios físicos, as pessoas se sentem mais ativas e despertas.

Exercício do alpinista

As mudanças no corpo após fazer exercícios não acontecem só no cérebro. Algumas atividades como Yoga ou Pilates são focadas no controle da respiração, uma ação muito relacionada à ansiedade.

Por isso, se pudermos controlar o modo como estamos respirando, tornando-o mais pausado e profundo, é possível reduzir o estresse e o mal-estar emocional.

Fazer exercícios reduz o estresse também psicologicamente

As razões pelas quais fazer exercícios reduz o estresse vão além da pura biologia. Existem também motivos psicológicos pelos quais realizar exercícios é benéfico para o humor:

  • Cria uma rotina: ter um momento do dia para fazer exercícios é a mesma coisa que ter uma rotina. Ter um dia organizado reduz as incertezas e faz com que sintamos que estamos no controle. Além disso, também contribui para evitar perder tempo e passar muitas horas ociosas.
  • Ajuda a dormir melhor: o exercício físico pode ajudar a dormir melhor. Não só porque depois do exercício o corpo libera hormônios que levam ao relaxamento, mas também porque o exercício gasta energia e, dessa forma, de noite sentimos maior necessidade de descansar.
  • Aumenta a sensação de sucesso: conseguir pequenas conquistas e ver como a aparência física melhora aos poucos gera uma sensação de bem-estar que é incompatível com o estresse. Não precisamos ir para uma academia para fazer exercícios. Com criatividade e alguns objetos do nosso cotidiano podemos montar um treino exigente mesmo e conseguir resultados sem sair de casa.
  • Libera a mente de pensamentos negativos: enquanto estamos realizando exercícios físicos, a mente está ocupada com o movimento, e não com pensamentos negativos. Na maioria dos casos, o estresse surge de pensamentos sobre o futuro e a incerteza que a situação por si só traz. Por isso, se pudermos evitar esses pensamentos, o humor se tornará um pouco mais positivo.
Idosa se alongando

Sinta-se melhor durante a quarentena ao treinar

O exercício é uma atividade ideal para se sentir melhor a qualquer momento. Durante e depois da atividade física, o corpo passa por mudanças que melhoram o humor.

Além disso, o exercício físico tem efeitos psicológicos que influenciam de maneira positiva o bem-estar. É por tudo isso que durante a quarentena devemos usar atividades físicas para cuidar do corpo, mas também da nossa mente.

Durante este período, é importante tirar uma hora do dia para fazer exercícios. As possibilidades e combinações são muitas: desde exercícios mais tranquilos como Yoga e Pilates, que ajudam a acalmar a respiração, a outros mais intensos que consomem energia e ajudam a descansar melhor à noite.

  • Cornejo Callejo, P. (2017). El uso del ejercicio físico como intervención enfermera en pacientes con depresión leve y moderada.
  • Herrero, L. B., y Ferradaz, M. A. L. (2011). Aportes del ejercicio físico a la actividad cerebral. Lecturas: Educación física y deportes, (160), 1-7.