Uso do bicarbonato de sódio para melhorar o desempenho

· 14 de março de 2019
O bicarbonato de sódio é um dos elementos mais polivalentes que podem ser encontrados em uma despensa, devido às suas variadas possibilidades de uso

Tradicionalmente associado com a confeitaria para fazer crescer e também dar maciez às massas de bolos e pães, vários dos outros usos do bicarbonato de sódio são desconhecidos. Nessa lista, estão as suas propriedades para aumentar o desempenho esportivo.

Este produto é encontrado como um mineral na natureza. A maior reserva de trona, uma das fontes mais comuns do que também é conhecido como carbonato ácido de sódio, está localizada em Wyoming, nos Estados Unidos. Embora seja um recurso natural não renovável, o risco de que se esgote ainda está muito distante.

Lista de usos mais comuns

Além de suas propriedades de fermentação, a lista de usos comuns do bicarbonato de sódio é muito ampla. É usado como produto de limpeza para a casa e até para remover o mau cheiro de móveis e também roupas.

Na higiene doméstica, o bicarbonato é usado até mesmo para escovar os dentes, substituir o xampu ou então o desodorante. Também é usado para fins médicos, como por exemplo para combater infecções urinárias ou a hiperacidez gástrica.

Lista de usos comuns do bicarbonato de sódio

Bicarbonato de sódio no esporte

Um de seus usos menos conhecidos é a capacidade de aumentar o desempenho esportivo. Em algumas modalidades, como por exemplo o ciclismo, pode até mesmo ser a diferença entre a vitória e a derrota, sem que até o momento entre na lista de substâncias proibidas.

O ponto-chave é que o bicarbonato de sódio é um atenuador natural contra a acidez. Inclusive, até mesmo o próprio corpo humano produz suas próprias reservas dessa substância através dos rins; tudo isso com a missão de reduzir a alcalinidade nos músculos.

Ácido lático: o inimigo a ser combatido

Este composto químico é gerado no corpo como resultado de um metabolismo glicolítico. Ou seja: a decomposição da glicose sem a presença de oxigênio. Ocorre quando são executados exercícios de muita intensidade e curta duração. Por exemplo levantamento de peso ou correr na potência máxima.

O ácido lático começa a se acumular nos tecidos musculares durante a atividade esportiva de longa duração e alta exigência. E isso ocorre sem que o organismo tenha tempo suficiente para expulsá-lo.

Tudo isso traz como consequência a inibição das enzimas responsáveis pela extração de energia da glicose. As fibras musculares igualmente são impedidas de assimilar o cálcio, levando assim às sempre temidas contraturas. Todo esse quadro é o que se conhece como fadiga.

Bicarbonato de sódio no esporte

Qual papel o bicarbonato de sódio desempenha?

A administração de bicarbonato de sódio reduz o pH do sangue. Ou o que vem a ser a mesma coisa, o nível de acidez. Isso cria um estado de equilíbrio que facilita a expulsão do ácido lático dos músculos, sendo dessa forma assimilado e progressivamente reduzido na corrente sanguínea.

Contraindicações

Para muitas pessoas, a primeira dificuldade para a ingestão de bicarbonato de sódio da maneira tradicional é o seu sabor. Ele é muito ácido, bem como muito salgado, a ponto de poder causar vômito.

Mas além dos problemas com o paladar, seu consumo também pode produzir desconfortos de ordem gástrica e intestinal; o que significa náuseas, vômitos e diarreia.

Se as doses recomendadas forem excedidas, os riscos de alcalose metabólica aumentam, um quadro muito perigoso produzido por um aumento excessivo do pH no sangue.

Outro dos seus efeitos negativos é que ele aumenta as chances de problemas de hipertensão arterial. Desta forma, as pessoas que sofrem de insuficiência renal só podem usar este componente sob rigorosa supervisão médica.

Vale a pena usar o bicarbonato de sódio no esporte?

O uso de bicarbonato de sódio como ferramenta para melhorar o desempenho esportivo não é uma discussão nova. Os primeiros estudos datam do início do século XX.

Embora as propriedades deste composto não estejam em discussão, sua lista relativamente ampla de contraindicações é o que deixa muitos atletas receosos.

Alguns argumentam que a cafeína tem os mesmos efeitos positivos que o bicarbonato; porém sem a presença de praticamente nenhum dos pontos contrários.

Acrescentando, além disso, que seu consumo também é muito mais agradável – seria suficiente uma xícara (com açúcar e biscoitos, opcionalmente, por puro prazer), duas horas antes do exercício para obter efeitos benéficos.