Os três melhores exercícios para trabalhar o core para iniciantes

· 7 de julho de 2018
Uma das regiões para a qual você deve dar mais atenção na hora de se exercitar é a parte central do seu corpo. A palavra core se refere a ela.

No esporte, o preparo físico e o alto nível de desempenho esportivo são cruciais. No artigo de hoje, queremos destacar alguns conceitos básicos e as razões que podem te motivar a fazer exercícios para trabalhar o core e fortalecer a região.

O que é o core?

O core são músculos específicos da região lombar e pélvica. A palavra se refere a essa região central do corpo onde está localizado o centro de gravidade e grande parte do peso do organismo.

Um core trabalhado consiste no bom funcionamento dos músculos dessa área, de forma que haja um bom desempenho dos movimentos do torso, gerando força, deslocamento e velocidade das extremidades. Ao trabalhar o core, você estará estabilizando pelo menos 29 pares de músculos na sua área central.

Por que você deve fazer exercícios para trabalhar o core?

Os profissionais da área de saúde e do esporte recomendam exercícios para trabalhar o core para evitar e prevenir lesões. É importante que você dê especial atenção a esse grupo de músculos, porque além deles serem usados em atividades esportivas, também são utilizados em cada movimento da nossa atividade diária, tanto no trabalho como em nossas casas.

Se você estiver buscando trabalhar o core, aqui você terá os conhecimentos e as técnicas adequadas para saber como executar um movimento, tanto para o exercício, como em qualquer atividade diária. Evitando, assim, possíveis lesões lombares e outros problemas.

3 exercícios para trabalhar o core

A seguir, mostraremos alguns exercícios básicos, que são específicos para iniciantes que queiram trabalhar o core. Eles trarão muitos benefícios se você seguir a técnica correta.

A prancha

Mulher fazendo prancha em casa

A prancha é um exercícios para trabalhar o core fixo, que indica que seu corpo permanecerá em uma posição enquanto executa o “movimento”. Ela consiste em manter uma posição estática, semelhante a uma flexão de braços pelo máximo de tempo possível.

Nela, você vai trabalhar os músculos do seu quadril, fortalecendo, dessa forma, o bumbum e a musculatura posterior da coxa. Além disso, a prancha irá ajudar você a exercitar os músculos das costas, dos ombros e do pescoço. Não podemos esquecer também dos músculos abdominais. A ideia é manter o seu corpo firme e apoiado em seus antebraços e nas pontas dos pés.

O Bird Dog

Esse exercício permitirá que você ative os seguintes músculos: a parte inferior das costas, o abdômen e os quadris, fazendo com que o seu bumbum e seus ombros se contraiam ao máximo. Além disso, irá trabalhar a consistência do seu corpo, uma vez que essa posição irá possibilitar a estabilidade do corpo, assim como o equilíbrio.

O objetivo do exercício é, a partir de uma posição de quatro apoios, tentar se equilibrar com uma perna e um braço esticados – o oposto à perna, enquanto o outros dois estão apoiados.

A prancha lateral

mulher fazendo prancha lateral em casa

A prancha lateral é uma variação do primeiro exercício, só que a posição que você deve adotar deve ser de lado. Um cotovelo deve estar apoiado no chão e o outro braço deve estar ao lado do corpo. Em seguida, você deve levantar o corpo até que o único suporte seja seu o cotovelo e a ponta dos pés no chão.

O seu braço também deve sustentar o seu antebraço, flexionado completamente, enquanto que as suas pernas devem permanecer juntas, retas e firmes. Em um nível mais avançado, ao invés de se apoiar no seu antebraço você deve se apoiar na palma de sua mão.

Relação entre as suas emoções e o core

É difícil de acreditar, mas as suas emoções afetam o seu organismo. Tanto mental quanto fisicamente, alterando até mesmo a posição do seu corpo. Inclusive, pode te afetar criando um padrão muscular não desejado, aumentando a força ou compressão sobre a sua coluna vertebral e bacia.

É por isso que as situações de estresse e ansiedade devem ser controladas, e uma maneira de fazê-lo é trabalhando o core, uma vez que os movimentos dos músculos esqueléticos estarão mais fortes se você der atenção a essa parte do seu corpo.

Quatro benefícios de um core forte

Como você pôde ver, trabalhar o core trará muitos benefícios para a sua vida, que podem ser resumidos da seguinte forma:

  1. Dará estabilidade ao seu corpo.
  2. Irá corrigir e controlar a sua postura corporal.
  3. Além de reduzir o risco de lesões, irá aliviar as dores.
  4. A sua mobilidade irá melhorar, uma vez que você irá melhorar a sua sincronização natural.
  5. Além disso, a sua respiração será fortalecida e os seus órgãos internos estarão melhor protegidos porque o seu core ou núcleo estará respaldado por uma musculatura forte e ativa.

Portanto, controle o seu corpo trabalhando o seu core.