Descubra a diferença entre cetose e cetoacidose

· 16 de outubro de 2018
É fácil confundir esses dois termos. Tal confusão pode ser devido ao fato de que ambos os processos metabólicos envolvem a degradação das gorduras no corpo.

Na hora de analisar as diferenças entre cetose e cetoacidose é importante levar em consideração que são dois conceitos completamente diferentes. Saiba mais sobre eles a seguir.

A cetose

É um processo metabólico normal produzido por uma alta concentração de cetonas no sangue. Isso acontece quando o organismo exauriu o seu glicogênio armazenado e começa a queimar o tecido gorduroso para obter energia.

A insuficiência de açúcar derivada de uma ingestão mínima de carboidratos ou de uma situação de jejum gerará uma resposta fisiológica imediata.  O fígado terá de produzir glicose, e isso irá aumentar o nível de cetonas que entra na corrente sanguínea.

Médica medindo o nível de açúcar no sangue de um menino

A cetose e as dietas

A cetose é a base de muitas dietas.  Esses planos nutricionais diminuem ou eliminam o consumo de carboidratos como método para perder peso.

Na cetose, o corpo usa as cetonas em vez de glicose para dar às células o que elas precisam para a geração de energia. A consequência imediata é a perda de peso, mas isso implica um efeito não desejados: o aumento de cetonas no sangue.

Devemos nos lembrar que o nosso corpo tem baixos níveis de cetonas na corrente sanguínea, o que é natural e não representa qualquer perigo para a saúde.

A cetoacidose

A cetoacidose é uma condição patológica que ocorre quando os níveis de açúcar no sangue são elevados. O organismo às vezes não pode metabolizar o açúcar corretamente devido à falta de insulina.

Esse aumento descontrolado de cetonas na corrente sanguínea irá causar dor abdominal e desidratação grave. É importante procurar rapidamente os serviços de saúde de emergência.

Ao contrário da cetose, na cetoacidose as cetonas não são excretadas rápido o bastante para evitar que o sangue se torne ácida. Esse aumento da acidez do sangue causa danos significativos nos órgãos dentro do corpo.

Como vemos, essa doença é uma condição séria que requer tratamento de emergência. A cetoacidose, se não for tratada adequadamente, é uma potencial ameaça à vida. Um sinal de alarme é o odor frutado ou de acetona no hálito do paciente.

Cetoacidose diabética

A  cetoacidose diabética ocorre comumente em pacientes com diabetes tipo 1, ou em pacientes com diabetes tipo 2 na última fase, que já não pode produzir insulina. Os diabéticos devem evitar tanto o jejum como a ingestão excessiva de carboidratos.

Entre os gatilhos no desenvolvimento de cetoacidose podemos nomear as doenças cujas sintomas estão presentes sob a forma de febre alta, vômitos e diarreia.

Mulher doente na cama

Outras causas da cetoacidose são o estresse, os traumas físicos ou emocionais, assim como o ataque cardíaco. O abuso do uso de álcool e outras drogas também pode potencializar essa condição.

Existem sintomas que devem nos alertar para os riscos de uma cetoacidose: sede excessiva, vontade de fazer xixi com frequência, dor abdominal, náuseas e vômitos, dificuldade para respirar, fraqueza ou fadiga, confusão mental e hálito com cheiro forte de acetona.

Diferença fundamental entre cetose e cetoacidose

As cetonas que entram na corrente sanguínea devem ser eliminadas através da urina, do suor e da respiração. A maneira pela qual o organismo executa esses processos será a principal diferença entre cetose e cetoacidose.

Na cetose, o processo de eliminação dos corpos cetônicos é natural e contínuo. Esse processo fisiológico impede a concentração de cetonas no sangue.

Na cetoacidose, dado que o organismo não pode metabolizar cetonas corretamente devido a uma insuficiente produção de insulina, os níveis de corpos cetônicos aumentam, causando sérios danos à saúde.

Outros dados interessantes

A cetose produzida por dietas livres de carboidratos tende a ter alguns efeitos colaterais notáveis:  permanente hálito de acetona, constantes períodos de tonturas e fortes dores de cabeça.

Outro risco importante da cetose é o aparecimento da osteoporose, devido à insuficiência de cálcio. Cetose e cetoacidose podem não ser igualmente perigosas, mas de qualquer formar tome sempre cuidado com dietas extremas e cuide sempre da sua saúde.