7 dicas sobre TRX: o que você precisa saber para utilizar

· 14 de setembro de 2018
Também chamado de treinamento em suspensão, o TRX é uma nova maneira de treinar! Com ele, podemos fazer os exercícios habituais, mas com os benefícios extras oferecidos pela técnica de suspensão

O TRX é um dos treinamentos mais completos que existem atualmente. Para aproveitar ao máximo seus benefícios, é necessário levar em conta algumas dicas. O objetivo? Controle de peso através da queima de gordura, trabalhar todos os músculos do corpo e melhorar a massa muscular. Hoje, vamos ver essas dicas sobre TRX para seus treinos.

Dicas sobre TRX: o que é isso?

O TRX é um estilo de treinamento criado pelos SEALS (time de elite do exército americano). Esses soldados queriam ficar em ótimas condições físicas, mas não tinham os equipamentos de uma academia durante as missões.

Com o objetivo de realizarem um bom treinamento, esses atletas usaram os instrumentos que tinham à disposição. Entre tais instrumentos, estavam as cordas dos paraquedas. Assim, eles criaram um treino baseado no próprio peso corporal.

Na prática, o TRX é um treinamento realizado através de uma faixa flexível e cordas com garras. Com isso, a pessoa se exercita usando seu próprio peso.

Os resultados são extraordinários, já que todos os grupos musculares são trabalhados. Além disso, a resistência aumenta, o peso diminui, a massa corporal se desenvolve e a postura melhora.

Um dos melhores pontos sobre o TRX é o fato de ser um treinamento de baixo impacto. Por esse motivo, pode ser praticado por pessoas de qualquer idade, incluindo idosos.

Caso você tenha qualquer condição especial, o melhor é consultar o médico. No entanto, em muitos casos, o TRX é recomendado como um tratamento completo para diferentes doenças e lesões.

Dicas sobre TRX: pontos positivos

1. Efetividade

O TRX é um exercício completo e altamente recomendado para quem procura perder peso corporal. Nesse sentido, o iniciante deve desenvolver a paciência e usar as correias para se exercitar progressivamente. Dessa forma, não apenas atingirão o objetivo, mas também ganharão agilidade.

Mulher fazendo afundo no trx

2. Pontos de ancoragem

Uma das vantagens do TRX é que não é necessário sair de casa para praticá-lo. Se esse for o seu caso, existem algumas recomendações que você deve levar em consideração. Entre elas, o ponto de ancoragem.

Os pontos de ancoragem devem ser colocados em um ponto realmente resistente. É importante lembrar que eles devem suportar o peso corporal da pessoa. Além disso, devem ter entre 2,10 e 2,75 metros de altura.

3. Piso

Outra coisa para levar em conta no TRX é o piso. É essencial que o piso sobre o qual o treinamento vai ser realizado não seja escorregadio. Além disso, o desempenho será significativamente afetado e algum tipo de lesão pode até ser gerada pela adoção de uma má postura.

4. Use as garras apenas como suporte

Na hora de realizar alguns exercícios, como o agachamento, é melhor usar as garras apenas como apoio. Se forem puxadas com muita força, a pressão do exercício cairá sobre o ombro e haverá menos demanda dos músculos a serem trabalhados.

Mulher fazendo agachamentos com corda TRX

Por outro lado, usar o punho apenas com os dedos como suporte forçará as pernas a trabalharem mais e o resultado será mais rápido e mais visível. Assim, é possível conseguir mais eficácia na prática dos exercícios.

5. Cuidados com o equipamento

Antes de usar os acessórios do TRX, é essencial verificar se estão em boas condições. Além disso, é aconselhável não expor o equipamento de forma prolongada ao sol. Tanto a umidade quanto o calor e frio extremos podem danificar seriamente o metal e o nylon do TRX.

6. Aquecimento

Como em outros esportes, aquecimento é fundamental para aproveita ao máximo a sua série de exercícios e evitar lesões. Para fazer isso, você pode fazer vários exercícios de aquecimento. Você pode usar as próprias correia para esticar os braços, ombros, e pernas.

Homem alongando as pernas

7. Corrigir a postura

Uma das coisas que você deve ter em mente sobre o TRX é a postura. Se ela não for correta, não apenas o treinamento não será efetivo, mas lesões também podem acontecer. É aconselhável pedir ajuda a um instrutor ou, se a prática for feita em casa, procurar vídeos explicativos e segui-los passo a passo.

Sem dúvida, o TRX é um dos exercícios mais completos que existem. Suas vantagens são múltiplas, por isso é um treinamento ideal para alcançar diferentes objetivos. E aí, gostou das nossas dicas sobre TRX?