Melhore os seus resultados aumentando a frequência do treino

· 29 de dezembro de 2018
Na hora de aumentar a frequência dos seus treinos, há alguns conceitos que devem ficar claros. Descubra mais a seguir.

Se você está em busca de maximizar seus resultados ou melhorá-los é provável que você tenha que aumentar a frequência do treino. Isso significa que você deve ir à academia com maior assiduidade para conseguir trabalhar todos os músculos do seu corpo e da maneira correta.

Ir à academia quase todo dia da semana vai permitir que você treine cada músculo do corpo de maneira independente. É uma das melhores maneiras de tonificar o corpo e desenvolver os músculos, sem perder de vista o seu devido descanso.

Muitas pessoas escolhem dividir as áreas que exercitam cada dia e prestar especial atenção a um só grupo muscular, deixando o resto se recuperar.

Lembre-se que a razão principal de fazer uma divisão do seu treino em diferentes dias tem a ver com os benefícios para o desenvolvimento do corpo. É bom treinar, mas também é bom dar a cada músculo um tempo para se recuperar.

Mulher malhando braços com pesos

Isso também significa que você deve saber quantos dias você tem para treinar por semana. Uma série de fatores devem ser levados em conta no planejamento da frequência do treino, e cada fator individual atuará sobre os resultados e sobre a intensidade que você deve treinar.

Fatores que influenciam a frequência do treino

1.- Volume de treino

Em primeiro lugar, quando falamos do volume de treino nos referimos à quantidade de repetições e séries que fazemos.

Evidentemente, quanto mais você trabalha uma parte específica do corpo, mais tempo precisará para dar a oportunidade de se recuperar por completo. No entanto, se você fizer menos séries, poderá treinar com mais frequência e se recuperar mais rápido.

2.- Intensidade do treino

A intensidade do treino se refere ao esforço que você faz e a quão duro está trabalhando os músculos. E quanto mais duro você se esforçar nos seus treinos, mais tempo de descanso você deve respeitar para que sua recuperação seja ótima.

De qualquer maneira, se o que você deseja é aumentar a frequência dos seus treinos, recomendamos que você aumente a intensidade pouco a pouco e reserve um tempo de recuperação para cada músculo que treinar.

Menina treinando com pesos na academia

3.- Nutrição

A alimentação desempenha um papel fundamental na hora de decidir a frequência do treino. Quanto mais alta for a qualidade dos alimentos, como proteínas e carboidratos complexos, melhor preparado você estará para se recuperar e treinar com mais frequência.

4.- Recuperação

Com certeza cada pessoa é diferente uma da outra na hora de levar em consideração o tempo de recuperação. Esse é um aspecto chave que pode fazer a diferença.

Recomendamos que você escute o seu corpo e tenha a paciência necessária para parar e se recuperar completamente. Uma má recuperação traz consigo um grande risco de lesões que, à longo prazo, afastarão você da academia por muito mais tempo.

5.- Exercícios

Quanto mais exigentes forem os exercícios em cada parte do corpo, menor será a frequência que você treinará esse grupo muscular. Da mesma forma, isso incide sobre o tempo de recuperação que você precisa para cada músculo.

6.- Tamanho do músculo

Na maioria das vezes, as partes menores do corpo podem ser trabalhadas com maior frequência porque têm menor massa muscular que exija um tempo de recuperação.

Ao contrário, quanto maior for a parte do corpo, como as costas e o peito, maior será o tempo de recuperação devido ao total de fibras musculares envolvidas.

Homem malhando peitoral na máquina

Conselhos para aumentar a frequência do treino

Depois de descobrir os fatores que podem interferir na hora de aumentar a frequência do treino, chegou o momento de saber alguns conselhos que vão permitir que você melhore essa frequência. Se levarmos em consideração os fatores anteriores, estes são os principais aspectos que determinam a frequência do treino ideal:

  • Boa nutrição e suplementação.
  • Menor volume e intensidade do treino.
  • Trabalhe partes do corpo menores.
  • Realize exercícios mais simples e técnicas de menor intensidade.
  • Se você tiver uma rápida taxa de recuperação natural.

Antes de terminar o artigo, não se esqueça que se você deseja melhorar a cada dia os seus resultados aumentando a frequência do treino, é necessário que você descanse bem e durma no mínimo 7 horas para ter uma recuperação completa.

Como sempre, você deve se lembrar de aquecer e de realizar uma boa sessão de alongamentos. Temos a certeza que aumentando a frequência e a intensidade dos treinos você conseguirá obter os resultados desejados!