Dani Alves, o maior vencedor do mundo

16 de março de 2020
Ao pensar em jogadores de futebol, é impossível que o nome de Dani Alves não venha à mente. O brasileiro é o jogador de futebol com mais títulos da história.

Daniel Samuel Alves da Silva, mais conhecido por todos como Dani Alves, tornou-se referência no futebol mundial na última década. Possuidor do estilo clássico brasileiro, ele foi decisivo em muitas conquistas das suas equipes. Na verdade, ele é o jogador com mais títulos conquistados em todo o mundo.

É verdade que Dani Alves quase sempre jogou em equipes de alto nível e que a sua seleção nacional é uma das mais poderosas do mundo, o que de certa forma ‘facilita’ a missão de conquistar títulos.

No entanto, se você revisar a preponderância que esse jogador teve em cada uma das equipes vencedoras, poderá ver que isso teve muito a ver com as vitórias. Dani Alves não é apenas um grande zagueiro, mas também um homem de valor ofensivo extraordinário e referência para seus companheiros dentro do campo.

Estilo de jogo de Dani Alves

Dani Alves joga na lateral direita, mas seu papel não se limita exclusivamente à defesa, na qual ele é muito bom. De fato, sua qualidade técnica o torna um componente muito importante em cada ataque, o que também é favorecido pelo efeito surpresa da sua chegada por trás.

Durante sua época no Barcelona (2008-2016), suas associações com Lionel Messi se tornaram características. De fato, o argentino encontrou em Dani Alves um parceiro perfeito, sempre livre para receber e ajudá-lo de muitas maneiras diferentes.

Os títulos de Dani Alves

O recorde desse brasileiro internacional  é, obviamente, liderado pelas três UEFA Champions League que ele venceu com o Barcelona em 2009, 2011 e 2015. Com o clube culé, ele também venceu seis ligas.

Ele também jogou pelo Bahia no Brasil, Sevilla pela Espanha, Juventus pela Itália e Paris Saint Germain pela França. Nesse período, ele obteve os seguintes títulos:

  • Copa del Rey: venceu um título com o Sevilha e quatro com o Barcelona.
  • Supercopa da Espanha: mais uma vez, um com o clube andaluz e quatro com a camisa do Barcelona.
  • UEFA Europa League: conquistou dois títulos no seu tempo em Sevilha; 2005-2006 e 2006-2007.
  • Supercopa da UEFA: conquistou uma com o Sevilha e três com o Barcelona.
  • Copa do Mundo de Clubes da FIFA: venceu três, todos com o Barcelona.
  • Série A: ele foi campeão pelo Juventus em 2016-2017.
  • Copa da Itália: conseguiu dois títulos italianos na mesma temporada.
Estilo de jogo de Dani Alves

  • Ligue 1: disputou duas pelo PSG e venceu em 2017-2018 e 2018-2019.
  • Copa da França: venceu a edição 2017-2018.
  • Supercopa da França: ele também foi bicampeão em seus dois anos no PSG.
  • Copa da Liga Francesa: participou na temporada 2017-2018.
  • Campeonato Regional: venceu a Copa do Nordeste com o Bahia, seu primeiro clube como profissional, em 2002.

Títulos com a seleção nacional

Além disso, com a sua seleção, ele também conquistou títulos importantes:

  • Copa América: venceu duas, a primeira em 2007, com uma equipe renovada, na qual apareceu como uma figura emergente; e em 2019, já como capitão, símbolo e figura da equipe anfitriã naquela copa. Ele marcou um gol em cada campeonato.
  • Taça das Confederações: ele também levantou o troféu duas vezes. O primeiro deles foi na África do Sul 2009 (um gol) e o segundo no Brasil em 2013.
  • Copa do Mundo sub 20: foi consagrado nesse torneio juvenil na edição de 2003.

Ele também teve fracassos..

Nem tudo na vida é cor-de-rosa, e isso também se aplica à carreira astronômica de Dani Alves. Talvez o golpe mais difícil de sua carreira tenha acontecido em 2014, na Copa do Mundo disputada no Brasil.

A seleção brasileira chegou à semifinal contra a Alemanha com uma perda notável: Neymar havia se machucado na partida das quartas de final. No entanto, ninguém esperava o 7-1 para a seleção adversária. Esse foi, sem dúvida, um dos golpes mais difíceis de toda a sua história.

Com o Barcelona, ​​ele também passou por momentos difíceis. O mais representativo deles foi no final da temporada 2013-2014, quando o time havia acabado de perder a Liga contra o Atlético de Madrid de Diego Simeone no último jogo, depois de empatar em 1-1 em casa contra o ‘Colchonero’.

Dani Alves jogando bola

Devido às suas performances irregulares, o clube culé estava considerando a saída do brasileiro, que já estava no clube há seis anos. No entanto, eles optaram por renovar o contrato e a jogada acabou sendo ótima: a equipe de Luis Enrique venceu a tripla (liga, UEFA CL e Copa del Rey).

Chegada ao São Paulo para depois se aposentar?

Com a sua recente e surpreendente transferência para o São Paulo F.C, o clube do seu coração, tudo parece indicar que esse jogador de futebol de 36 anos terminará a sua carreira esportiva onde sempre sonhou.

Visto que ele saiu do país muito jovem, há uma grande expectativa para saber como ele se apresentará no campeonato brasileiro.

Sua equipe não disputou a edição da Copa Libertadores 2019, mas ele deseja se classificar para o próximo ano e, dessa forma, ganhar uma das poucas competições internacionais que esse jogador não conseguiu alcançar. Será que Dani Alves conseguirá coroar seu recorde profissional com a camisa do seu coração?

  • Dani Alves. Wikipedia. https://es.wikipedia.org/wiki/Dani_Alves#Clubes_2
  • El show de Dani Alves en San Pablo ante 45.000 hinchas: “Soy el jugador más barato del fútbol mundial”. 7 de agosto de 2019. La Nación. https://www.lanacion.com.ar/deportes/futbol/el-show-dani-alves-san-pablo-45000-nid2275035