Benefícios e propriedades do óleo de linhaça

17 de agosto de 2019
Um dos produtos mais populares da atualidade é o óleo de linhaça. São muitos os benefícios que essa semente oferece à saúde do esportista. Além disso, é um interessante complemento para a dieta do dia a dia.

O óleo de linho ou linhaça está se tornando cada vez mais popular. Isso se deve ao fato de trazer muitos benefícios à saúde. As vantagens desse produto são muitas e as pessoas que desejam cuidar de seu organismo estão incorporando-o cada vez mais em suas dietas.

Esse óleo é produzido a partir de sementes da planta linho (Linum usitatissimum). Uma de suas principais características é que ele contém uma elevada quantidade de ômega 3, ácido graxo essencial para manter uma boa saúde cardíaca, entre outras coisas.

O caule do linho é utilizado para elaborar o famoso tecido com o mesmo nome. Por outro lado, as suas sementes, além de servirem para extrair o óleo, também são ingredientes importantes para obter a linhaça em pó.

Além disso, a utilização dessa planta para fins medicinais não é algo recente. Os antigos egípcios e gregos, além de usar o linho para as suas vestimentas, já elaboravam um óleo de linho medicinal. A seguir, comentaremos alguns aspectos para você conhecer melhor as propriedades do óleo de linho e os benefícios de inclui-lo na sua dieta.

Principais características do óleo de linhaça

Alto teor de ômega 3

Os ácidos graxos polinsaturados ômega-3 são essenciais para manter uma boa saúde cardiovascular. Fora isso, desempenham também um papel fundamental em outros importantes processos do organismo.

O óleo de linho caracteriza-se por ser um dos únicos alimentos de origem vegetal que possui níveis elevados desse composto — cerca de 50 a 60%. Contém, além disso, ômega 6 e ômega 9.

O nosso organismo não é capaz de produzir por si só esses tipos de ácidos graxos essenciais. Por isso, é indispensável introduzi-los na dieta através de fontes externas. Uma das melhores fontes de ômega 3 são os peixes azuis ou óleo de peixe.

Por outro lado, é importante ressaltar que o óleo de linhaça é uma excelente alternativa para aqueles que não consomem peixe, seja porque não gostam ou para os vegetarianos e veganos.

Sementes de linho

Diversos benefícios para o organismo

Por seu alto teor de ômega 3, o óleo de linhaça é um grande aliado na hora de prevenir e reduzir a doença cardiovascular. Ajuda a combater a obstrução das artérias (aterosclerose) que ocorre por acúmulo de gordura, colesterol, etc.

O consumo desse óleo é também muito benéfico para prevenir e tratar doenças como a diabetes, o câncer, a osteoporose e a artrite, assim como para doenças neurológicas.

Por outro lado, o óleo de linhaça também atua como um laxante natural, já que favorece os movimentos do intestino. Isso permite que o organismo se livre mais rapidamente dos resíduos alimentares e se desintoxique. Como consequência, o consumo desse óleo faz com que percamos peso e desinchemos.

Esse interessante produto natural também possui extraordinárias propriedades anti-inflamatórias. É muito útil no tratamento de dores provocadas por doenças crônicas, como a artrite, e ajuda a aliviar a tensão pré-menstrual (TPM).

Para os esportistas, o óleo de linhaça também é um grande aliado. Uma de suas vantagens é que diminui o tempo de recuperação entre as sessões de treino. Além disso, produz um aumento de energia que permite prolongar a atividade física.

Beleza e saúde

O óleo de linhaça também tem um efeito positivo para a pele e para o cabelo. Em primeiro lugar, contribui para manter um rosto hidratado, macio e firme, o que melhora a sua aparência. Ele também alivia a secura da pele e eczemas. Em segundo lugar, o cabelo tem um crescimento melhor e fica com uma aparência mais brilhante.

No caso da saúde feminina, o óleo de linhaça também ajuda a regular as menstruações, bem como a equilibrar os níveis de progesterona. Do mesmo modo, é muito útil para aliviar os sintomas da síndrome de ovário policístico e a menopausa.

benefícios do óleo de linhaça para pele

Recomendações para incorporar o óleo de linhaça na dieta

Para incorporar o óleo de linhaça na alimentação do dia a dia, existem duas opções: na forma líquida ou através de suplementos de óleo de linhaça. A primeira tem a desvantagem de fornecer muitas calorias à dieta, enquanto que a segunda nos permite obter apenas o princípio ativo sem tanto conteúdo calórico.

Uma recomendação muito importante é que não se deve cozinhar com óleo de linhaça. Ele deve ser usado cru, tal como vem no frasco. Serve para acompanhar saladas, molhos, pode ser colocado diretamente sobre a comida ou ingerido diretamente com uma colher.

Ao provocar uma elevação de sua temperatura, o óleo se oxidará, por isso não deve ser exposto ao calor da cozinha. Com essas precauções, o óleo de linhaça será um grande aliado para sua saúde!