6 grandes mentiras da nutrição esportiva

· 7 de janeiro de 2019
Veremos hoje algumas das grandes mentiras da nutrição relacionadas a práticas esportivas. Conhecê-las nos ajudará a evitar cair nesses mitos e a aproveitar melhor nossos treinos.

Nesse post propomos acabar com 6 grandes mentiras da nutrição e do esporte. Com certeza você já ouviu essas frases e hoje esclarecemos todas as dúvidas sobre elas. Como você verá, muitas das coisas que você achava que eram verdade, são, na verdade, mitos.

Mentiras da nutrição esportiva

1. Macarrão engorda

A massa é um dos alimentos mais consumidos pelos atletas devido ao seu alto teor de carboidratos. No entanto, esse alimento sempre foi relacionado ao ganho de peso, embora a realidade não seja exatamente assim e por isso essa é a primeira das grandes mentiras da nutrição.

A massa contém uma pequena quantidade de gordura e é rica em carboidratos, minerais e proteínas. Portanto, é perfeita para fornecer energia ao corpo ao mesmo tempo em que comemos muito pouca gordura. Ela é um tanto calórica, mas não irá engordar se você se atentar para a alimentação como um todo.

O que você deve ter em mente são os alimentos com os quais acompanhamos a massa. Dessa forma, se ela é acompanhada por molhos ou outros alimentos gordurosos, evidentemente deixa de ser um prato saudável.

2. Você não deve beber água durante a refeição

A relação entre água e comida é uma dor de cabeça para muitos atletas. Geralmente, é dito que você só tem que beber água antes e depois da comida, nunca durante.

Mulher bebendo água na cozinha

Basta pensar que a água é uma bebida que não tem conteúdo calórico e, portanto, não é prejudicial. A única coisa que você tem que lembrar é a quantidade de água que você deve beber por dia.

3. O músculo desaparece se você parar de se exercitar

Este é um dos mitos mais comuns. No entanto, trata-se uma crença totalmente desprovida de qualquer sentido, uma vez que o músculo estará sempre presente no corpo.

Você só tem que lembrar que todas as pessoas têm músculos. Dessa forma, aqueles que levam uma vida sedentária e aqueles que se exercitam em alta intensidade terão obviamente músculos.

A única coisa certa é que quando você para de fazer exercícios de fortalecimento muscular, os músculos perdem volume. Entretanto, isso é normal, pois não estão sendo exercitados e retornam ao tamanho anterior. Com o avançar da idade também costumamos perder massa muscular.

4. Atum faz o músculo aumentar

O atum é um dos alimentos mais consumidos por pessoas que praticam esportes. Isso ocorre porque ele contém uma grande proporção de proteínas e uma baixa quantidade de gordura. Dessa forma, entende-se por que é um alimento muito popular entre os atletas.

No entanto, não pense que comer atum aumentará sua massa muscular. É verdade que o atum é um bom alimento do ponto de vista nutricional e que é altamente recomendado para atletas. Apesar disso, você deve estar ciente de que aumentar a massa muscular requer esforço e persistência.

Um alimento pode ajudá-lo a alcançar seus objetivos, mas lembre-se de que o trabalho realizado na academia é essencial.

5. Suplementos alimentares podem ser prejudiciais

Há muitas pessoas que acreditam que os suplementos alimentares têm efeitos colaterais e, portanto, que seu consumo pode ser prejudicial ao organismo. Essa crença é totalmente falsa, pois obviamente, se fosse assim, sua venda não seria permitida.

Homem com um vidro de comprimidos na mão

Pense que todos os produtos que você compra em supermercados ou lojas especializadas passaram por controles de qualidade e uma infinidade de testes para garantir a segurança do consumidor.

De qualquer forma, recomendamos que você consulte um especialista sobre a dose que você deve tomar. Assim, o suplemento manterá uma relação proporcional com o exercício e sua intensidade.

6. Gordura saturada é prejudicial

Durante muito tempo pensou-se que as gorduras saturadas são prejudiciais à saúde e eram consideradas um nutriente muito nocivo. Além disso, também foi dito que elas estavam diretamente relacionadas à doenças cardíacas.

Na verdade, essas alegações não têm base científica e são uma das mentiras da nutrição mais difundidas. A verdade é que um consumo moderado dessas gorduras não tem efeito nocivo sobre o corpo.

Depois de desmantelar essas mentiras da nutrição e do esporte, você certamente percebeu que o fato de ouvir uma frase várias vezes não significa que ela seja verdadeira.

Sempre confira as informações que você recebe para garantir que são verdadeiras. Essa é a única maneira de alimentar-se e exercitar-se adequadamente e alcançar os resultados desejados.