Dieta de alimentos crus para perder peso

26 de agosto de 2019
Entre todas as opções que temos para iniciar um plano alimentar, a dieta de alimentos crus é aquela que está ganhando mais popularidade. Você conhece seus principais benefícios?

Quando procuramos uma dieta de perda de peso, muitas opções podem ser encontradas na internet. Conheça a dieta de alimentos crus, um regime cuja popularidade vem aumentando nos últimos tempos.

Toda alternativa de alimentação têm defensores e opositores, então você tem que contrastar as informações muito bem para não cometer erros quando se trata de elaborar um plano nutricional.

A dieta de alimentos crus

Essa dieta não é nova, pois há nutricionistas que já a recomendavam durante boa parte do século passado. No entanto, como dissemos, está ganhando popularidade nos últimos anos graças ao veganismo.

A maioria das dietas de alimentos crus são dietas vegetarianas ou veganas, embora algumas também incluam carne crua.

Essa dieta defende um nutrição em que uma grande porcentagem ou todos os alimentos consumidos sejam crus. Para esse parâmetro ser respeitado, eles não devem ser cozinhados a uma temperatura acima de 46°C.

Seus praticantes argumentam que, durante o cozimento dos alimentos, os nutrientes fundamentais são perdidos. Seria o caso das vitaminas lipossolúveis, como B ou C. Além disso, deverímos evitar qualquer tipo de tratamento alimentar. Ou seja, não é permitido comer alimentos processados ou refinados.

A dieta de alimentos crus: o que comer e o que evitar

Para realizar esse tipo de dieta, listaremos alguns alimentos que serão permitidos e outros que teremos que evitar a todo custo. Aqueles que podem ser consumidos são os seguintes:

  • Frutas e vegetais frescos
  • Amêndoa ou leite de coco
  • Frutos secos
  • Água tratada, água da torneira não é válida
  • Frutas naturais e/ou sucos vegetais
  • Algas
  • Algumas dietas cruas não são dietas veganas, pois você pode consumir carnes cruas e laticínios.

Dessa forma, devemos evitar todos os tipos de alimentos processados ​​ou refinados, e também todos aqueles que têm conservantes ou adoçantes. Sal e óleos refinados também não são válidos na hora de cozinhar. Além disso, não podemos consumir chá, café ou álcool.

dieta de alimentos crus para perder peso

Dietas de alimentos crus para perda de peso

Um dos benefícios que esse tipo de dieta pode nos fornecer é a perda de peso. Algumas pesquisas mostraram que certas dietas veganas, incluindo dietas cruas, são benéficas na redução da porcentagem de gordura corporal e reduzem o risco de diabetes.

Elas também têm sido relacionadas a uma menor incidência de doenças cardiovasculares. Além disso, devemos ter em mente que essas dietas com alto teor de vegetais (e fibras, portanto) melhoram a saúde intestinal e reduzem o risco de doenças digestivas.

Por outro lado, outros estudos ligaram uma dieta de alimentos crus com menores índices de massa corporal em comparação com aqueles que seguem outro tipo de dieta há vários anos.

Riscos das dietas de alimentos crus

Esse tipo de dieta também pode representar alguns riscos quando não for planejadas adequadamente. Portanto, sempre que vamos iniciar um plano nutricional, é essencial fazê-lo seguindo as recomendações de um especialista.

Desequilíbrios nutricionais

A vitamina B12 é uma vitamina essencial para as células do nosso sangue, as células vermelhas. Essa vitamina é encontrada especialmente na carne. Dietas cruas, que geralmente são veganas, terão um déficit ou uma ausência total na contribuição dessa vitamina.

Portanto, durante todo o tempo em que fizermos essa dieta, teremos que suplementar a alimentação com vitamina B12. A suplementação com cálcio e vitamina D também é recomendada, uma vez que produtos lácteos de origem animal são geralmente evitados nesse tipo de dieta.

Perda de massa muscular e óssea

Uma menor ingestão de cálcio e vitamina D levará a um aumento na reabsorção de cálcio dos ossos. Portanto, se não suplementarmos com cálcio, poderemos perder a densidade óssea e estar mais propensos a certas lesões, como fraturas.

Como essas dietas geralmente são pobres em proteínas, essenciais para preservar a massa muscular, muitas vezes experimentamos uma perda da mesma, especialmente nos estágios iniciais.

dieta de alimentos crus

Enfraquecimento dos dentes

O maior teor de frutas ácidas dessas dietas é prejudicial aos dentes. Se adicionarmos isso a uma menor ingestão de cálcio, os dentes podem experimentar uma maior erosão ao longo do tempo.

Finalmente, devemos também ressaltar que há um risco maior de infecções no caso de seguir uma dieta de alimentos crus. Com o cozimento dos alimentos, matamos muitas bactérias e parasitas que são encontrados naturalmente nas comidas.

Se dispensarmos esse cozimento, a ingestão de certos alimentos crus, como carne ou ovos, pode nos colocar em risco de contrair doenças potencialmente graves, como salmonelose e parasitoses. É por isso que devemos sempre nos aconselhar com um profissional de saúde.

  • Mishra, S., Xu, J., Agarwal, U., Gonzales, J., Levin, S., & Barnard, N. D. (2013). A multicenter randomized controlled trial of a plant-based nutrition program to reduce body weight and cardiovascular risk in the corporate setting: the GEICO study. European Journal of Clinical Nutrition, 67(7), 718–724. https://doi.org/10.1038/ejcn.2013.92
  • Tonstad, S., Butler, T., Yan, R., & Fraser, G. E. (2009). Type of vegetarian diet, body weight, and prevalence of type 2 diabetes. Diabetes Care, 32(5), 791–796. https://doi.org/10.2337/dc08-1886
  • Koebnick, C., Strassner, C., Hoffmann, I., & Leitzmann, C. (1999). Consequences of a Long-Term Raw Food Diet on Body Weight and Menstruation: Results of a Questionnaire Survey. Annals of Nutrition and Metabolism, 43(2), 69–79. https://doi.org/10.1159/000012770
  • Rizzoli, R., & Bonjour, J.-P. (2004). Dietary Protein and Bone Health. Journal of Bone and Mineral Research, 19(4), 527–531. https://doi.org/10.1359/JBMR.040204
  • Koebnick, C., Garcia, A. L., Dagnelie, P. C., Strassner, C., Lindemans, J., Katz, N., … Hoffmann, I. (2005). Long-Term Consumption of a Raw Food Diet Is Associated with Favorable Serum LDL Cholesterol and Triglycerides but Also with Elevated Plasma Homocysteine and Low Serum HDL Cholesterol in Humans. The Journal of Nutrition, 135(10), 2372–2378. https://doi.org/10.1093/jn/135.10.2372