Dicas para fazer a compra semanal

30 de março de 2020
Ir ao supermercado com o estômago cheio pode evitar a compra de alimentos processados ​​de baixa qualidade.

É comum, ao fazer compras, acabar escolhendo produtos no impulso ou prestando atenção nos slogans publicitários. Mas você sabe o que deve considerar ao fazer a compra semanal?

Organização acima de tudo!

Fazer uma lista de compras antes de ir ao supermercado é essencial para evitar que produtos desnecessários acabem no carrinho. Além disso, é uma boa maneira de economizar tempo e dinheiro. Nesse contexto, é preciso diferenciar entre os produtos frescos — que você compra com mais frequência — e os não perecíveis.

Não faça a compra semanal com fome

Fazer a compra semanal com fome pode ser um grande erro. Prefira ir com o estômago cheio, assim você evitará cair em tentações desnecessárias. Se você só pode fazer compras em um horário antes do almoço ou do jantar, comer um pedaço de fruta antes pode aliviar a fome!

Mais mercado, menos supermercado

Em geral, os produtos sazonais e locais são os mais baratos e os que têm as melhores propriedades. Em algumas cidades, existem mercados locais com produtos frescos em oferta.

As pequenas lojas costumam ter produtos de melhor qualidade. Elas costumam baixar seus preços no último minuto, para que a comida não estrague. Evitar o desperdício de alimentos também é essencial!

Fazer a compra semanal com fome pode ser um grande erro. Prefira ir com o estômago cheio, assim você evitará cair em tentações desnecessárias

Um bom armário

Nunca é demais ter alguns produtos em casa. Há uma alternativa para evitar ir ao supermercado e comprar qualquer coisa depois de um longo dia de trabalho: se prevenir. Alguns dos alimentos não perecíveis que você pode armazenar são:

  • Conservas de peixe.
  • Conservas de legumes cozidos. Não esqueça que é preciso lavá-los bem antes de consumi-los.
  • Conservas de azeitonas, picles e cebolinha.
  • Latas de milho, champignons ou alcachofras cozidas.
  • Garrafas de pimentas assados ​​ou cozidos.
  • Xícaras de arroz ou quinoa pré-cozida pronta para adicionar em uma salada ou em qualquer prato de legumes.
  • Legumes congelados.

Não compre o que você não precisa incluir no seu dia-a-dia

Se você está tentando levar um estilo de vida saudável, recomendamos que você evite alimentos ricos em gordura saturada. Deixar de incluir os alimentos que não são saudáveis no carrinho de compras é o primeiro passo para não consumi-los. Tente evitar anotá-los na lista de compras!

Atenção às informações nutricionais para a compra semanal

Você sabe o que significam as informações nutricionais de alguns alimentos? O fato de um alimento ser light ou sem açúcar não significa que seja um alimento saudável, então você precisa saber como interpretá-los.

Light

Esse tipo de produto surgiu como consequência da criminalização injusta das gorduras. Para que um produto seja light, deve conter 30% menos calorias que sua versão tradicional.

No entanto, o fato de conter menos calorias nem sempre é tão benéfico. Para você entender, você pode comparar as características nutricionais de um iogurte natural com um iogurte light.

Ao diminuir a quantidade de calorias, você também sente mais fome e tende a comer mais. Portanto, não faz sentido consumir iogurtes light apenas para ingerir menos calorias em uma dieta para perder de peso. Pode ser útil em outras circunstâncias, como uma dieta hiperproteica.

Sem açúcar

Um produto é sem açúcar quando seu teor de açúcar é inferior a 0,5 gramas por 100 gramas ou mililitros de produto. Como no caso anterior, esse fato geralmente não torna o alimento saudável. Nesses alimentos, o açúcar é substituído por outras substâncias de baixa qualidade, como os adoçantes.

Atenção às informações nutricionais para a compra semanal

Sem gordura

Um produto é “isento de gordura” quando não contém mais de 0,5 gramas de gordura por 100 gramas ou mililitros de produto. Nesse caso, o importante seria que ele especificasse que tipo de gordura ele contém, pois algumas são mais saudáveis ​​que outras.

Sem glúten

Essa característica é útil apenas para pessoas com doença celíaca, pois não altera o valor nutricional do alimento.

Vegano

Finalmente, apenas porque um produto é vegano não significa que é saudável. Um produto vegano é isento de ingredientes de origem animal. No entanto, os refrigerantes são veganos e nem por isso são saudáveis.

Em resumo, é evidente que as compras dependem de vários fatores, como o estado de saúde e as preferências das pessoas que compõem a família. No entanto, a previsão e a organização são sempre úteis. Tenha tudo pronto para a sua próxima compra!

  • La alimentación de los adolescentes: el lugar y la compañía determinan las prácticas alimentarias. Aquichan, vol. 11, núm. 2, agosto, 2011, pp. 199-216. Universidad de La Sabana
    Cundinamarca, Colombia. https://www.redalyc.org/pdf/741/74120733007.pdf
  • Natalia Ida Del Greco. ESTUDIO SOBRE TENDENCIAS DE CONSUMO DE ALIMENTOS. https://www.alimentosargentinos.gob.ar/contenido/procal/estudios/01/TendenciasConsumoAlimentos.pdf