Pular corda: um exercício de cardio muito completo

· 6 de maio de 2019
Se você é uma dessas pessoas que querem perder peso o mais rápido possível, pular corda é uma das melhores maneiras de fazer isso. Neste artigo, vamos te contar tudo o que você precisa saber para aproveitar essa atividade ao máximo.

Pular corda é um excelente exercício de cardio e uma das melhores maneiras de entrar em forma. Por este motivo, neste artigo vamos te contar tudo o que você precisa saber sobre o assunto, além de oferecer algumas dicas para dar o melhor de si em cada um dos seus treinos.

Provavelmente esta é uma atividade que você lembra de ter feito quando criança com os amigos da escola; também é muito provável que seja algo que você não faz há muito tempo.

No entanto, a simplicidade desta atividade, bem como a sua eficácia e os múltiplos benefícios associados à sua prática, incentivam muitos atletas a pular corda.

Certamente, pular corda é um dos exercícios de cardio mais eficazes para conseguir emagrecer e trabalhar vários grupos musculares. O movimento exige que você inclua os braços, especialmente os ombros, as costas e até mesmo os abdominais.

A vantagem é que você pode escolher a intensidade de acordo com aquilo que você tiver como objetivo: aquecer, queimar calorias ou aumentar a força.

Como se não fosse o suficiente, você deve saber que você não precisa de nenhum equipamento, basta um par de tênis e uma corda para pular. Você não pode reclamar do espaço ou do frio, já que este é um treino que pode ser feito na própria sala de casa.

Pular corda: um exercício de cardio fenomenal

Pular corda é uma ferramenta perfeita para queimar gordura corporal e melhorar a condição física. Ao contrário de outros tipos de exercícios cardiovasculares ideais para queimar calorias, a maioria das pessoas não experimentam lesões nem problemas nos ossos ou articulações ao fazer esta atividade.

A verdadeira chave está em se certificar de pular corretamente! Por exemplo, os iniciantes geralmente pulam mais alto do que o necessário, o que causa um maior risco de lesão.

Um exercício de cardio fenomenal

Na verdade, estudos já mostraram que este é um dos exercícios de cardio mais eficazes que existem; você pode entrar em forma com apenas alguns minutos de exercício por dia. Com este elemento, você pode trabalhar quase qualquer parte do corpo dependendo do estilo da corda que você escolher.

Até mesmo os boxeadores vêm fazendo esta atividade como parte do seu regime de exercícios há anos devido à sua eficácia e versatilidade. Entre outros benefícios, pular corda pode melhorar os níveis cardiovasculares, a flexibilidade, o ritmo e o tônus muscular de ombros, braços e pernas.

Iniciação para pular corda

Como mencionamos, este é um exercício intenso e de corpo inteiro. Os músculos das pernas trabalham para te ajudar a pular, os abdominais para manter o equilíbrio e os braços para girar a corda.

Se for feita da maneira correta, é uma atividade com menos impacto do que correr e que gera um menor risco de lesão. Além disso, a melhor maneira de começar é conseguir uma corda em bom estado, leve e rápida.

A partir disso, você só precisa seguir um procedimento simples. Não tente pular o mais rápido que puder nem imitar os exercícios mais complicados, pois você estaria sujeito ao perigo de exagerar e de se machucar.

Aumento progressivo da dificuldade

Para começar, o melhor a fazer é pular com os dois pés ao mesmo tempo. Posteriormente, você pode começar a alternar os dois pés e pular com apenas um deles.

Você deve se sentir livre para experimentar, embora você sempre deva ter em mente que a técnica é importante. Por isso, tente se certificar de que você esteja sempre aterrissando suavemente sobre os dedos dos pés, e não pule muito alto nos seus saltos.

Além disso, não se esqueça de que a intensidade é um fator importante para queimar gordura e aumentar o desempenho metabólico não apenas durante o treinamento, mas também após as sessões.

Iniciação para pular corda

Assim, como você deve ter notado, pular corda é uma ótima maneira de queimar calorias; além disso, quase não requer habilidade, dinheiro ou espaço.

No entanto, os tênis e a superfície para pular são importantes. Além disso, assim como em qualquer outro exercício, o aquecimento, o alongamento e o esfriamento são muito importantes.

De qualquer forma, independentemente do seu nível de condicionamento físico, este é um exercício que será desafiador. Mas, com um pouco de prática e perseverança, você já poderá fazer os exercícios mais complicados e eficazes. Por que não experimentar e comprovar os seus benefícios?

  • Trecroci, A., Cavaggioni, L., Caccia, R., & Alberti, G. (2015). Jump rope training: Balance and motor coordination in preadolescent soccer players. Journal of Sports Science and Medicine14(4), 792–798.
  • Ozer, D., Duzgun, I., Baltaci, G., Karacan, S., & Colakoglu, F. (2011). The effects of rope or weighted rope jump training on strength, coordination and proprioception in adolescent female volleyball players. Journal of Sports Medicine and Physical Fitness51(2), 211–219. https://doi.org/10.13140/RG.2.1.5129.4169