Anemia do corredor: sintomas e tratamentos

15 de junho de 2020
O ferro é absorvido com muito mais eficiência se for administrado juntamente com bastante vitamina C. Vamos falar sobre essa e outras medidas preventivas para evitar a anemia do corredor.

A anemia é uma patologia que aparece devido a uma diminuição na massa de glóbulos vermelhos no sangue. Ela pode ter diversas causas, geralmente relacionadas à alimentação. Hoje, vamos falar sobre um tipo específico: a anemia do corredor.

Trata-se de um problema relativamente frequente em atletas que pode causar uma drástica redução do seu desempenho. A literatura científica classifica esse problema como bastante comum em corredores de longa distância e triatletas.

No entanto, esta é uma condição que pode ser corrigida, desde que os sintomas sejam detectados e o tratamento adequado seja implementado. A seguir, veremos mais detalhes sobre o assunto.

Sintomas da anemia do corredor

Assim como acontece em outros tipos de anemia, um dos sintomas mais característicos desse processo é a fadiga. O cansaço ou a sonolência prolongada geralmente são sinais de alarme que levam a pensar que algo não está funcionando bem no organismo.

Especialmente no caso dos corredores de longa distância, o aparecimento dessas sensações é motivo mais do que suficiente para verificar o estado e a contagem de glóbulos vermelhos no sangue.

Principais causas

No caso das pessoas sedentárias, a anemia geralmente é causada por um desequilíbrio alimentar. Uma dieta pobre em ferro ou em vitamina B12 pode desencadear esse tipo de problema.

Portanto, é sempre recomendável manter uma dieta variada, que não restrinja grupos alimentares. Dessa forma, vamos garantir a ingestão adequada de todos os nutrientes de que o corpo precisa para desempenhar as suas funções.

Anemia do corredor

No entanto, em corredores de longa distância, há outros motivos que podem causar essa patologia. Um deles é o uso de calçados esportivos inadequados. Essa situação pode produzir um excesso de ruptura de glóbulos vermelhos por causa do impacto do calcâneo nos vasos sanguíneos do calcanhar.

Além disso, também pode haver causas alimentares. O consumo de café ou chá pode ser contraindicado antes de uma prova de longa duração por causa do seu efeito diurético.

O consumo desses alimentos também pode interferir na absorção do ferro da refeição anterior, levado à sua perda na massa fecal. Os últimos estudos – realizados com mulheres grávidas – confirmam a relação existente entre o consumo de café e o risco de anemia.

A solução para esse problema é o uso de um suplemento de cafeína. Com isso, é possível se beneficiar dos efeitos ergogênicos dessa substância no desempenho sem interferir na absorção desse mineral que é tão importante.

Distribuição das cargas de treinamento

A dosagem do treinamento pode ser outro fator diferencial quando se trata de sofrer ou não dessa patologia. Se houver overtraining, é possível que haja maior risco de anemia e de outras doenças relacionadas ao consumo inadequado de certos nutrientes.

Diante disso, é essencial ajustar a carga esportiva e também fazer com que ela seja progressiva. Dessa forma, vamos promover a correta adaptação ao exercício e haverá um menor risco de problemas nutricionais.

Tratamentos contra a anemia do corredor

A melhor maneira de aliviar os sintomas desta doença e de preveni-la é manter uma dieta equilibrada e variada. Garantir a ingestão do ferro misturando alimentos do reino animal e vegetal reduz bastante as chances de sofrer dessa patologia.

A ingestão de vitaminas também não deve ser negligenciada, principalmente a vitamina B12, essencial para o metabolismo do ferro.

Também devemos ter em mente que a administração de bastante vitamina C juntamente com o ferro melhora a sua absorção de forma significativa, conforme afirmado pelos estudos científicos atuais.

Portanto, recomenda-se uma dieta variada e equilibrada, sem restrições de grupos alimentares, a menos que isso seja indicado pelo nutricionista. Os únicos alimentos cujo consumo geralmente não é recomendado e, por isso, é interessante minimizá-los, são os alimentos processados.

Anemia do corredor

Conclusão

A anemia do corredor é uma patologia relativamente frequente que pode afetar o desempenho esportivo diretamente. Cursa principalmente com fadiga e pode ser causada por questões nutricionais, pela má distribuição da carga de treinamento ou por calçados esportivos inadequados.

A prevenção é essencial e, por isso, devemos manter uma dieta saudável e variada. O consumo regular de alimentos contendo ferro é essencial, tanto os vegetais de folhas verdes quanto as carnes são produtos básicos para a dieta do atleta que fornecem uma boa quantidade desse mineral.

Finalmente, é positivo ingerir a vitamina C juntamente com o ferro para maximizar a sua absorção e também espaçar o consumo de café e de chá em relação às refeições para evitar a perda desse mineral através da massa fecal.

  • Coates A., Montjoy M., Burr J., Incidence of iron deficiency and iron deficient anemia in elite runners and triathletes. Clin J Sport med, 2017. 27 (5): 493-498.
  • Kumera G., Haile K., Abebe N., Marie T., Eshete T., Anemia and its association with coffee consumption and hookworm infection among pregnant women attending antenatal care at debre markos referral hospital, Northwest Ethiopia. PLos One, 2018.
  • Bryszewska MA., Comparison study of iron bioaccessibility from dietary supplements and microencapsulated preparations. Nutrients, 2019.